Atlético-PR confia em retrospecto contra o Palmeiras

O Atlético Paranaense agarra-se ao retrospecto contra o Palmeiras, na Arena da Baixada, em Curitiba, para acreditar que pode recuperar-se no Campeonato Brasileiro já na partida desta quarta-feira, às 21h50, pela 22.ª rodada. Desde 1999, quando o estádio foi inaugurado, os dois times enfrentaram-se nove vezes, com cinco vitórias atleticanas, três empates e apenas uma derrota.

EVANDRO FADEL, Agência Estado

07 de setembro de 2011 | 07h20

Para isso, o grande apelo foi para que os torcedores compareçam e ajudem a empurrar o time que está no 19.º lugar, com 18 pontos. A vitória não tira o time da zona de rebaixamento, mas uma derrota ou empate pode jogá-lo para a última colocação. "Temos que fazer nosso papel dentro de casa", convocou o meia Deivid.

Com mais tempo para trabalhar, o técnico Antônio Lopes procurou conversar bastante com os jogadores, que foram para a concentração na noite de segunda. Em nota, o clube avisou que na próxima segunda o regime muda. Os jogadores vão se apresentar para treinamento e entrarão em "regime total de concentração", que se manterá até a partida contra o Figueirense, no próximo dia 18.

Para o jogo desta quarta, o técnico Antônio Lopes deve fazer alterações em todos os setores com as entradas de Rafael Santos, Éracles, Marcelo Oliveira, Guerrón e Adailton, que não eram titulares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.