Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Atlético-PR definirá futuro de Adriano nesta terça-feira

Lista dos jogadores que disputarão a Libertadores precisa ser entregue na Conmebol

O Estado de S. Paulo

10 de fevereiro de 2014 | 13h30

SÃO PAULO - Há 709 dias longe dos gramados, o atacante Adriano terá seu destino traçado nesta terça-feira, data em que o Atlético-PR divulgará a lista final dos jogadores que disputarão a Libertadores. Os 30 inscritos precisam ser definidos 48 horas antes da estreia do time na fase de grupo. A partida contra o The Strongest será disputada quinta-feira, às 20h, em Curitiba.

Na última semana, Adriano Imperador, que chegou ao Atlético-PR em dezembro, treinou com o restante da equipe antes da decisão contra o Sporting Cristal, válida pela pré-Libertadores. O atacante estava, inclusive, presente ao Estádio Durival Britto no jogo da quarta-feira. E torceu muito para o Furacão, que obteve a vaga nas cobranças de pênaltis.

Prestes a completar 32 anos, Adriano deve assinar contrato até o fim da temporada. O acordo também deve levar em conta a produtividade do jogador, uma vez que seu comprometimento no Corinthians e Flamengo não foi bom. Adriano perdeu horários e dias de treino e não conseguiu controlar o peso.

Nos últimos quatro anos, Adriano pouco entrou em campo. Após a última partida pelo Flamengo, em maio de 2010, o jogador passou pela Roma, onde fez oito jogos apenas, mas não balançou as redes. No Corinthians, o atacante disputou oito partidas, ficando 350 minutos em campo. O atacante, titular em apenas três confrontos, marcou dois gols. O primeiro deles saiu contra o Atlético-MG, na 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro, dia 20 de novembro de 2011.

Depois de vestir a camisa corintiana, Adriano voltou ao Flamengo, para sua terceira passagem pela equipe carioca. Após 78 dias, contudo, em dezembro de 2012, o jogador deixou a Gávea. Pesou o histórico de indisciplinas para sua saída. Nesse período, Adriano faltou seis vezes aos treinos. O contrato foi rescindido por justa causa. Desde então, Adriano perambula pelo Rio sem se importar com a carreira, retomada agora no Atlético-PR.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.