Atlético-PR derrota Vasco e respira no Brasileirão

Em tarde inspirada do goleiro Galatto, que defendeu um pênalti, o Atlético-PR venceu o Vasco por 3 a 1, neste domingo, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Atlético-PR abriu o placar com Joãozinho, aos 19 minutos da primeira etapa e ampliou com Márcio Azevedo, aos 5 do segundo tempo. Alan Kardec descontou para os cariocas aos 26 minutos da etapa final e Anderson Aquino fez o terceiro dos paranaenses aos 48, logo depois de Leandro Amaral perder um pênalti.O Atlético-PR iniciou a partida com forte pressão sobre os vascaínos. O técnico Roberto Fernandes, ameaçado no cargo, precisava vencer e deixou a equipe mais ofensiva, com Ferreira e Joãozinho à frente. O time aproveitava a fragilidade da defesa vascaína com toques de bola e abriu o placar aos 19, após um cruzamento da esquerda de Márcio Azevedo. Aos 38, o zagueiro Eduardo Luiz tirou uma bola com a mão, mas o árbitro não marcou a penalidade.O técnico Antônio Lopes resolveu abrir mais o jogo e colocou Moraes e Alan Kardec em campo. Aos cinco minutos, porém, Ferreira tocou para Márcio Azevedo, sem marcação, ampliar o placar. Minutos depois o Atlético perdeu Rhodolfo por contusão e o Vasco encontrou facilidade pela esquerda. Em um de seus avanços, Wagner Diniz tocou para Alan Kardec, aos 28, descontar.Dez minutos depois, Wagner Diniz foi derrubado por Márcio Azevedo e Leandro Amaral teve a chance de empatar, mas cobrou mal e Galatto defendeu no seu canto direito. O lance desanimou o Vasco, que ainda levou o terceiro gol aos 48 minutos, com Anderson Aquino.No final da partida, Leandro assumiu a culpa pelo resultado. "Eu tive a chance de empatar, mas não consegui marcar e se o resultado foi ruim foi por minha culpa", disse. Para Galatto, a defesa mostrou a determinação da equipe. "É o resultado do trabalho que fazemos, esse é um dos dias mais felizes", afirmou.Ficha Técnica:Atlético-PR - Galatto; Danilo, Antônio Carlos e Rhodolfo (Chico), Nei, Valencia, Alan Bahia, Julio dos Santos (Anderson Aquino) e Márcio Azevedo (Douglas Maia); Ferreira e Joãozinho. Técnico: Roberto FernandesVasco - Tiago; Rodrigo Antônio, Eduardo Luiz e Luizão; Wagner Diniz, Jonilson, Matheus (Alex Teixeira), Jean (Moraes) e Pablo; Leandro Amaral e Abubakar (Alan Kardec). Técnico: Antônio LopesÁrbitro: Wallace Nascimento Valente (DF)Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)Gols: Joãozinho, aos 19 minutos do primeiro tempo e Márcio Azevedo, aos 5, Alan Kardec, aos 28 e Anderson Aquino, aos 48 minutos do segundo tempoCartões amarelos: Antônio Carlos, Nei, Valencia, Alan Bahia, Ferreira (Atlético-PR); Rodrigo Antônio e Leandro Amaral (Vasco).Renda: R$ 295.350,00Público: 19.313 (17.806 pagantes)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.