Mauricio Mano/ Atletico-PR
Mauricio Mano/ Atletico-PR

Atlético-PR desafia o Santos para reagir com 'equilíbrio' no Brasileirão

'É um jogo que temos de ganhar', afirma o técnico Eduardo Baptista

Estadao Conteudo

11 de junho de 2017 | 08h06

A situação do Atlético Paranaense no início do Campeonato Brasileiro é dramática. Ainda assim, embora admita que um triunfo seja fundamental contra o Santos neste domingo, na Arena da Baixada, em Curitiba, às 19 horas, pela sexta rodada da competição, a equipe quer reagir com equilíbrio e organização.

Foi, ao menos, o que garantiu o técnico Eduardo Baptista, preocupado não apenas em vencer neste domingo, mas em obter uma boa sequência. "É um jogo que temos de ganhar. Mas não é ganhar de qualquer jeito. Temos de estar organizados, buscando o gol e seguros defensivamente. Necessitamos desta vitória, mas precisamos fazer as coisas certas e equilibradas para que possamos conquistar o resultado, com o mínimo de risco possível."

Para concretizar o seu objetivo, o treinador terá os importantes retornos do zagueiro Thiago Heleno, poupado do empate com o Fluminense, e do volante Matheus Rossetto, que estava desgastado e entrou apenas no segundo tempo do duelo.

Já o atacante Grafite, também fora do último jogo, está recuperado e disputa a posição de titular com Eduardo da Silva. Com apenas dois pontos no Brasileirão, o Atlético Paranaense precisa vencer neste domingo para deixar as últimas posições.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.