Atlético-PR elimina a Tuna Luso

Mesmo tropeçando em seus próprios erros, o Atlético Paranaense garantiu vaga na próxima fase da Copa do Brasil, ao vencer a Tuna Luso, por 1 a 0, nesta quarta-feira à noite, na Arena da Baixada, em Curitiba. Na primeira partida, o time paranaense empatara em Belém. Na próxima fase, o Atlético enfrenta o Sport Recife. Atuando em casa, com o apoio da torcida, o Atlético fez o que era esperado. Pressionou muito no primeiro tempo, mas não conseguiu vencer a bem armada defesa da Tuna Luso. O time chegava bem até a entrada da área, mas as jogadas morriam ali, porque os atacantes não passavam pelo congestionamento e os jogadores que vinham do meio não tentavam chutes de média distância. Com um bom conjunto e sabendo o que queria fazer no jogo, a Tuna Luso postou-se atrás, enervando os jogadores atleticanos e esperando os erros para partir no contra-ataque. Foram poucas oportunidades no primeiro tempo, mas em uma delas, aos 28 minutos, o time paraense podia ter marcado. A bola acabou nas mãos do goleiro Diego. A pressão do primeiro tempo só deu resultado no segundo. Aos 4 minutos, Adriano venceu o goleiro de cabeça. A bola entrou devagar no gol sob as vistas do zagueiro João Gomes, que recebeu muitas críticas de seus companheiros. Com o gol e a expulsão de Kléberson, a Tuna Luso mudou seu modo de jogo e passou a procurar o ataque, dando movimentação à partida. A vontade dos dois times, no entanto, foi insuficiente para que se mexesse novamente no placar. Ficha Técnica: Atlético Paranaense: Diego; Igor, Daniel e Rogério Corrêa; Alessandro, Cocito, Kléberson, Adriano e Fabrício (Fabinho); Ilan (Leomar) e Jadilson (Paulo Santos). Técnico: Osvaldo Alvarez. Tuna Luso: André Luis; Valdemir, João Gomes, Guará e Ednilton; Tromba (Augusto), Bironga, Joacy (Marçal) e Ciro; Jailson (Edilson) e Toninho. Técnico: Sinomar Naves. Gol: Adriano aos 4 minutos do segundo tempo. Árbitro: Wilson Luís Seneme (SP). Cartão amarelo: Guará, Toninho, Augusto, Fabrício e Kléberson. Cartão vermelho: Kléberson. Local: Arena da Baixada, em Curitiba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.