Atlético-PR empata com Figueirense e é vaiado

Em uma partida fraca tecnicamente, Atlético-PR e Figueirense empataram, neste domingo, por 0 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), pela 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado deixou o Atlético com 17 pontos e o Figueirense com 20, na parte intermediária da tabela. No final da partida o time paranaense saiu de campo vaiado e a torcida pediu a volta do técnico Geninho, campeão brasileiro pelo Atlético.Veja também: Classificação Calendário / ResultadosA partida começou de forma monótona, com as duas equipes forçando a marcação no meio de campo e abusando dos passes errados, sendo a marca registrada do primeiro tempo. O Figueirense, mais cauteloso, após a goleada por 7 a 1 sofrida em casa para o Grêmio, não se expunha, mas foi com Rafael Coelho, aos 34 minutos, que o time quase abriu o placar em um chute defendido por Galatto. O Atlético, sem força ofensiva, pouco criou e saiu vaiado para o intervalo. O segundo tempo começou mais movimentado, e antes do primeiro minuto Rafael Coelho exigiu uma defesa difícil de Galatto e um chute cruzado e aos três, novamente Coelho chutou da grande área e Galatto defendeu parcialmente antes da bola bater na trave.O Atlético respondeu rapidamente e aos cinco, em jogada de Anderson Aquino, Pedro Oldoni desviou a bola nas mãoes de Wilson.A torcida vaiava a equipe e criticou ainda mais quando, aos 19, Anderson Aquino roubou uma bola na intermediária e, sozinho com o goleiro, chutou para fora. Aos 43, Anderson Aquino voltou a perder mais um gol, quando recebeu um lançamento da direita, mas chutou para fora na pequena área.No final da partida, novamente sob vaias, o zagueiro Antônio Carlos pediu um pouco mais de paciência aos torcedores. "O momento é complicado, sabemos que a torcida quer a vitória, mas precisamos estar juntos. Tentamos ajudar os mais novos, mas sabemos que dentro de casa devemos ganhar os pontos e isso não aconteceu", disse.Um pouco mais animado, o lateral William Mateus festejou o fato do Figueirense não levar gols. "Fizemos um pacto de que hoje não levaríamos gols e soubemos segurar o time do Atlético, em sua casa, o que não é tarefa fácil. Esse ponto foi importante para todos nós", completou.Na próxima rodada, o Atlético encara o Vitória, em Salvador, na quarta-feira. No mesmo dia, O Figueirense recebe o São Paulo, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Atlético-PR 0 X 0 Figueirense Atlético-PR - Galatto; Rhodolfo, Danilo e Antônio Carlos; Nei, Alan Bahia, Valencia (Gabriel Pimba), Julio dos Santos (Douglas Maia) e Márcio Azevedo; Anderson Aquino e Pedro Oldoni (Wallyson). Técnico: Roberto Fernandes.Figueirense - Wilson; Anderson Luis, Bruno Aguiar, Asprilla e William Mateus; Diogo (Jackson), Leandro Carvalho, Marquinho e Cleiton Xavier (Ramon); Rafael Coelho (Wellington Amorim) e Tadeu. Técnico: Paulo Cesar Gusmão.Cartões amarelos - Julio dos Santos, Márcio Azevedo (Atlético-PR); Marquinho, Cleiton Xavier, Diogo, Jackson e Asprilla (Figueirense).Árbitro - José Henrique de Carvalho (SP).Renda - R$ 276.217,00.Público - 19.498 pagantes. Estádio - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.