Atlético-PR entra no G-4 e rebaixa o Grêmio Prudente

Paulo Baier marca dois na vitória por 2 a 1 em casa, que deixa time ainda com chances de título

EVANDRO FADEL, Agência Estado

14 de novembro de 2010 | 21h55

O Atlético Paranaense sofreu bastante, mas conseguiu vencer o Prudente por 2 a 1, com o segundo gol aos 47 minutos do segundo tempo, neste domingo à noite, na Arena da Baixada, e subiu para o G-4 do Campeonato Brasileiro. O resultado colocou o time paulista na Série B do próximo ano e deixou a equipe paranaense com 56 pontos, sete atrás do líder Corinthians.

Veja também:

BRASILEIRÃO - tabela Classificação | lista Resultados

especial SIMULADOR DO BRASILEIRÃO

Os visitantes até que se esforçaram e mostraram valentia, mesmo jogando com dez atletas desde os 25 minutos do primeiro tempo.

O Atlético dominou totalmente o primeiro tempo, mas errava as finalizações, dando fôlego para o Prudente armar poucas, mas perigosas jogadas de ataque. Sem conseguir finalizar com a bola rolando, o time curitibano acabou chegando ao primeiro gol por meio de pênalti, cobrado por Paulo Baier, aos 20 minutos. Cinco minutos depois, o atacante prudentino Wesley deu um chute em Manoel, quando a bola já estava fora de jogo, e acabou expulso.

Era de se prever que o Atlético crescesse, mas foi o Prudente quem passou a impor pressão e acabou forçando um erro de posicionamento da defesa atleticana, do que Willian José aproveitou-se para empatar aos 30 minutos. O Atlético sentiu o golpe e, apesar de continuar no domínio do jogo, prevalecia o nervosismo e os erros.

O primeiro tempo precisou ficar interrompido por 13 minutos para atendimento do árbitro Renato Cardoso da Conceição, que teve um deslocamento do ombro direito.

Os erros de finalização por parte do Atlético continuaram no segundo tempo. Do outro lado, a entrada de Reiner deu mais velocidade para os contra-ataques do Prudente, que chegou a acertar duas vezes a trave atleticana. A lentidão dos jogadores do Atlético passou a irritar a torcida, que pedia raça. No entanto, a força defensiva do Prudente aliada à inoperância do ataque atleticano aumentava a tensão.

Até que aos 47 minutos, Paulo Baier, que poucos minutos antes havia perdido um gol, mas teve o nome gritado pela torcida, mandou a bola para as redes.

ATLÉICO-PR - 2 - João Carlos; Wagner Diniz, Rhodolfo, Manoel e Márcio Azevedo (Éracles); Chico, Deivid (Ivan Gonzalez), Paulo Baier e Branquinho; Guerrón e Bruno Mineiro (Marcelo). Técnico - Sérgio Soares.

GRÊMIO PRUDENTE - 2 - Sidney: Bruno Ribeiro, Anderson Luiz, Leonardo e Diego; Anderson Pedra, João Vítor (Rafael Martins), Roberto e Renan (Reiner); Willian José (Juan) e Wesley. Técnico - Fábio Giuntini.

Gols - Paulo Baier (pênalti), aos 20, e Willian José, aos 30 minutos do primeiro tempo; Paulo Baier, aos 47 minutos do segundo tempo; Árbitro - Renato Cardoso da Conceição (MG); Cartões amarelos - Anderson Luiz, Bruno Ribeiro e Bruno Mineiro; Cartão vermelho - Wesley; Renda - R$ 280.800,00; Público - 16.991 pagantes; Local - Arena da Baixada, em Curitiba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.