Atlético-PR festeja embalo antes de encarar o Coritiba

Depois de golear o Santo André por 3 a 0, na Arena da Baixada, o Atlético-PR agora já pensa no clássico do próximo domingo, contra o Coritiba, pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro. No duelo, o time tentará entrar na área intermediária da tabela, após ter conseguido se distanciar da zona de rebaixamento da competição.

AE, Agencia Estado

19 de outubro de 2009 | 11h21

"A equipe inteira se doou dentro de campo e conseguimos vencer. A torcida estava esperando isso faz tempo, e conseguimos o resultado logo no começo do jogo. Agora é descansar e pensar no clássico", afirmou o atacante Wesley. "Estamos jogando bem fora de casa também, e se mantermos esse ritmo, nós podemos conquistar mais vitórias importantes na competição", reforçou.

O meia Netinho, por sua vez, elogiou o trabalho realizado pelo técnico Antônio Lopes, que vem comandando a reação do Atlético-PR no Brasileirão. "A gente está mais com o Lopes do que com a nossa família. Os jogadores agradecem muito a ele por tudo que faz, por isso nós comemoramos os gols junto com ele. Temos que agradecer a torcida, pela motivação que nos deram e a todo o grupo também, que lutou até o final e conseguiu essa brilhante vitória", disse Netinho.

Para o duelo contra o Coritiba, Antônio Lopes deverá contar com força total no Atlético-PR. Além de nenhum jogador pendurado com dois cartões amarelos ter sido punido no confronto do último domingo, o treinador terá o retorno do atacante Patrick, que cumpriu suspensão, e ainda aguarda também pelos retornos do zagueiro Rhodolfo e do volante Chico. Os dois estão recuperados de lesões e agora restabelecem a forma física para voltar a jogar.

No clássico, Lopes não descarta repetir o esquema com três atacantes utilizado contra o Santo André. "Existe a possibilidade. Com três atacantes tem que funcionar o sistema defensivo e isso aconteceu contra o Santo André. Então podemos entrar com a mesma formação nos próximos jogos", avisou o comandante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.