Atlético-PR ganha apertado do Cerro

O Atlético Paranaense mostrou vontade e voltou a vencer depois de cinco jogos conhecendo apenas derrotas. Ganhou do Cerro Porteño por 2 a 1, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), resultado que fez os jogadores até comemoraram por muitos minutos depois do jogo com os torcedores, na primeira partida das oitavas-de-final da Copa Libertadores.Sobre o jogo, o time paraguaio entrou em campo mostrando um bom toque de bola, tentando explorar a velocidade dos atacantes, mas o setor defensivo do Atlético mostrava firmeza e não deixava que as jogadas fossem preparadas. O time paranaense tentava de várias formas mostrar serviço para a torcida que cobrava garra. No entanto, esbarrava em um bom cinturão paraguaio. E ainda tinha problemas com a pouca movimentação do meio de campo. Mas, no ataque, Lima estava em uma de suas melhores noites. Seu esforço foi recompensado aos 29 minutos, quando um cruzamento o encontrou livre na área e fazer 1 a 0. Foi a senha para a torcida voltar a apoiar o time. Tanto que no intervalo a diretoria atleticana permitiu o retorno da bateria e das faixas da torcida organizada Fanáticos. O recomeço, porém, foi amargo. Aos 2 minutos, a bola sobrou na área e Julio dos Santos empatou. No embalo da torcida, o Atlético mandou-se para o ataque e três minutos depois, Cléo, de cabeça, colocou o time paranaense na frente novamente. Mas, repetindo o que acostumou a fazer este ano, os jogadores atleticanos voltaram em demasia para seu próprio campo, permitindo o sufoco do adversário, que perdurou até o apito final."O ideal era não ter levado gol, mas o importante foi a vitória", disse o zagueiro Marcão. O Cerro Porteño sofreu sua primeira derrota este ano, em sua 20.ª partida. Agora, o Atlético jogará por um empate no jogo de volta, na semana que vem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.