Atlético-PR ganha do Cruzeiro em Curitiba

O Atlético-PR surpreendeu o Cruzeiro e venceu por 1 a 0, neste sábado, na Arena da Baixada, em Curitiba. O resultado não livrou o time paranaense da zona de rebaixamento, agora com 31 pontos, em 18º lugar, mas evitou que a equipe mineira retomasse a vice-liderança do Brasileirão - está agora em terceiro lugar, com 55 pontos, atrás de Grêmio e São Paulo.Apesar do discurso dos jogadores atleticanos de que para escapar do rebaixamento seria preciso mais do que 100% do esforço de todos, o time começou muito lento neste sábado. O Cruzeiro se aproveitou disso e logo controlou o jogo. Quando o Atlético acordou, aos 19 minutos, Geilson entrava livre para marcar o gol, mas foi derrubado na entrada da área, o que custou a expulsão do zagueiro cruzeirense Thiago Heleno.Mas ainda no primeiro tempo, o Atlético, que já não podia contar com cinco jogadores que estavam machucados, perdeu Renan e Geilson, também contundidos. Apesar de estar com um jogador a menos, o Cruzeiro não diminuiu a pressão sobre o adversário, que procurava explorar o contra-ataque. Mas a marcação era muito forte em ambos os lados, não permitindo jogadas mais perigosas. "Com um homem a mais a gente não pode deixar de fazer um gol", disse o lateral Netinho, ao sair para o intervalo. "Tem que cruzar bem a bola para furar esse bloqueio." Do outro lado, o atacante Guilherme lamentou a expulsão de Thiago Heleno logo no primeiro tempo. "A gente tem que se impor e correr pelo companheiro", afirmou o jogador do Cruzeiro. A mesma determinação mostrada pelo volante Ramirez: "Com um homem a menos temos que nos posicionar melhor."Como Netinho tinha alertado, foi de um cruzamento que surgiu o gol do Atlético, aos 9 minutos do segundo tempo. Ele mandou para a área, Antônio Carlos tocou para o gol e, no rebote do goleiro Fábio, o atacante Rafael Moura desviou para fazer 1 a 0. A vantagem no placar fez com que o Atlético segurasse um pouco o ímpeto. Os jogadores passaram apenas a marcar e deram espaço para o Cruzeiro, que foi para cima em busca do empate.Aos 32 minutos, o Atlético teve a chance de marcar o segundo gol, mas Ferreira, que estava livre para arrematar, passou a bola para Pedro Oldoni, que não esperava o passe. No lance seguinte, Rafael Moura fez falta e também foi expulso. Imediatamente, o técnico Adilson Batista tirou o lateral Jonathan para a entrada do atacante Wanderley, em busca do gol de empate para o Cruzeiro. Mas o time mineiro nada conseguiu.Ficha técnica:Atlético-PR 1 x 0 CruzeiroAtlético Paranaense - Galatto; Gustavo Lazaretti, Antônio Carlos e Rafael Santos; Rodriguinho (Julio dos Santos), Valência, Renan (Gabriel Pimba), Ferreira e Netinho; Rafael Moura e Geilson (Pedro Oldoni). Técnico - Geninho.Cruzeiro - Fábio; Jonathan (Wanderley), Thiago Heleno, Espinoza e Carlinhos (Léo Fortunato); Marquinhos Paraná, Henrique, Ramires e Fernandinho; Thiago Ribeiro (Wagner) e Guilherme. Técnico - Adilson Batista.Gols - Rafael Moura, aos 9 minutos do segundo tempo.Árbitro - Wilson Luiz Seneme (SP).Cartão amarelo - Pedro Oldoni, Ferreira, Rafael Moura, Antônio Carlos, Gustavo Lazaretti, Espinoza, Ramires e Henrique.Cartão vermelho - Thiago Heleno e Rafael Moura.Renda - R$ 237.840,00.Público - 15.908 pagantes.Local - Arena da Baixada, em Curitiba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.