Hederson Alves/Vipcomm
Hederson Alves/Vipcomm

Atlético-PR ganha do Grêmio por 1 a 0 e fica em vantagem

Dellatorre marca o gol da vitória do time paranaense

Agência Estado

30 de outubro de 2013 | 23h49

CURITIBA - Num jogo sem grandes emoções, em que prevaleceu a marcação, o Atlético-PR derrotou o Grêmio por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Estádio Durival de Britto, em Curitiba. O atacante Dellatorre fez o único gol da partida, ainda no primeiro tempo, garantindo a vantagem do time paranaense no confronto pelas semifinais da Copa do Brasil. Semifinalista da Copa do Brasil pela primeira vez na história, o Atlético-PR depende agora de um empate no jogo de volta, na próxima quarta-feira, em Porto Alegre, para ir à final. Já o Grêmio, que já esteve 10 vezes nas semifinais do torneio, conta com a força da sua torcida para reverter a situação e continuar sonhando com o quinto título.

O JOGO

Apesar do começo de jogo morno, o Atlético-PR teve sempre o controle das ações no primeiro tempo. Conseguiu pressionar apenas nos minutos finais, mas não foi ameaçado pelo Grêmio. Sem poder contar com seus três principais atacantes - Barcos, Kleber e Vargas -, todos suspensos, o ataque do time gaúcho foi praticamente inoperante.

A primeira chance atleticana foi aos 13 minutos, quando Ederson se livrou da marcação de Pará e arriscou o chute para defesa segura de Dida. Aos 21, Paulo Baier assustou em cobrança de falta. Mas o gol foi sair aos 36: em cruzamento de Ederson na área, Dellatorre subiu no meio da zaga gremista e cabeceou no canto, sem chance para o goleiro.

O gol incendiou a torcida que lotou o estádio em Curitiba. Aí, o Atlético-PR foi para cima, pressionando o Grêmio. E esteve perto de ampliar o placar. A melhor oportunidade foi aos 43 minutos, quando Everton chegou na bola chutando forte e Dida fez uma defesa incrível. Do outro lado, o ataque gremista quase não deu trabalho ao goleiro Weverton.

SEGUNDO TEMPO

Na volta para o segundo tempo, o técnico Renato Gaúcho manteve a sua aposta nos garotos Lucas Coelho e Yuri Mamute no ataque gremista. Mas, antes dos 15 minutos, ele já colocou o experiente meia Elano no lugar do primeiro deles. Mesmo assim, não conseguiu melhorar a força ofensiva do time gaúcho, que parecia mais preocupado em se defender.

Do outro lado, o Atlético-PR teve dificuldades para escapar da marcação e tentar exercer a pressão esperada pela sua torcida. Percebendo isso, o técnico Vágner Mancini fez as três trocas, colocando jogadores com mais fôlego. Mas o time paranaense não conseguiu ampliar a vantagem, terminando o primeiro jogo da semifinal com vitória por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-PR 1 X 0 GRÊMIO

ATLÉTICO-PR - Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Juninho; Deivid, Zezinho (João Paulo), Everton e Paulo Baier (Mérida); Dellatorre (Ciro) e Ederson. Técnico: Vágner Mancini.

GRÊMIO - Dida; Werley, Bressan e Rhodolfo; Pará, Souza, Ramiro, Riveros e Alex Telles; Lucas Coelho (Elano) e Yuri Mamute (Paulinho). Técnico: Renato Gaúcho.

GOL - Dellatorre, aos 36 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).

CARTÃO AMARELO - Alex Telles, Bressan e Ederson.

RENDA - R$ 302.910,00.

PÚBLICO - 15.162 pagantes (16.014 no total).

LOCAL - Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.