Heuler Andrey/AFP
Heuler Andrey/AFP

Atlético-PR ganha do Millonarios e leva vantagem para jogo decisivo na Colômbia

Rubro-Negro chega à vitória com gol de pênalti, marcado por Grafite

Estadão Conteúdo

02 Fevereiro 2017 | 00h14

O Atlético Paranaense largou na frente em sua estreia na Copa Libertadores. Pelo jogo de ida da segunda fase eliminatória da competição continental, o time rubro-negro derrotou o Millonarios, da Colômbia, por 1 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba, e leva vantagem para a partida decisiva na próxima quarta, no estádio El Campín, em Bogotá.

Agora fora de casa, o Atlético jogará pelo empate para se classificar à terceira e última fase eliminatória antes da fase de grupos. Poderá até perder, desde que seja por um gol de diferença marcado gol. Em caso de vitória do Millonarios por 1 a 0, a decisão da vaga irá para a disputa por pênaltis. Quem passar pegará o vencedor do duelo entre Deportivo Capiatá, do Paraguai, e Universitario, do Peru.

O autor do gol da vitória atleticana foi o experiente centroavante Grafite, contratado neste início de temporada junto ao Santa Cruz. Após a partida, o jogador destacou a vantagem obtida pelo time. "Sempre é gratificante estrear com gol ainda mais em uma partida tão importante. É uma vantagem mínima, mas vamos para a Colômbia com a vaga e vamos tentar melhorar o jogo porque o Millonarios complicou bastante o jogo para gente. Mas está aberto ainda e vamos ver se conseguimos um bom jogo na Colômbia", disse Grafite, em entrevista à SporTV.

Em campo, o Atlético soube se precaver dos contra-ataques que o Millonarios tentava conseguir. Bem fechado na defesa, o time colombiano segurou os brasileiros, que tiveram poucas chances de gol. Na melhor que o time rubro-negro teve, aos 30 minutos, Jonathan cruzou pela direita, Grafite caiu na disputa com a marcação e Crysan chegou chutando, mas a bola bateu na defesa e saiu.

Depois do intervalo, o Atlético melhorou sua parte ofensiva e conseguiu o gol logo aos 7 minutos. Pablo recebeu dentro da área e foi derrubado pelo zagueiro Pedro Franco. Na cobrança, Grafite chutou forte e rasteiro sem chances para o goleiro uruguaio Vikonis, que acertou o canto, mas não conseguiu defender. Foi seu primeiro gol pela nova equipe na carreira.

Em desvantagem, o Millonarios resolveu sair um pouco mais para o ataque. Aos 27 minutos, David Silva entrou na área após tabela e, sem marcação, chutou na trave esquerda do goleiro Weverton. No rebote, o mesmo Silva perdeu a chance de empatar o jogo para o time da Colômbia.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 1 x 0 MILLONARIOS

ATLÉTICO-PR - Weverton; Jonathan, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Otávio e Lucho González (Matheus Rossetto); Felipe Gedoz (Léo), Pablo e Crysan (Carlos Alberto); Grafite. Técnico: Paulo Autuori.

MILLONARIOS - Nicolás Vikonis; Jair Palacios, Pedro Franco, Andrés Cadavid e Deiver Machado; Juan Guillermo Domínguez, Henry Rojas e John Duque (Enzo Gutiérrez); Eliser Quinones (David Silva)(Cristian Arango), Maximiliano Núñez e Ayron Del Valle. Técnico: Miguel Ángel Russo.

GOL - Grafite (pênalti), aos 8 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Grafite, Carlos Alberto, Otávio, Pablo e Felipe Gedoz (Atlético-PR); Cristian Arango, Andrés Cadavid e Jair Palacios (Millonarios).

ÁRBITRO - Germán Delfino (Fifa/Argentina).

RENDA - R$ 515.440,00.

PÚBLICO - 23.610 pagantes.

LOCAL - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.