Atlético-PR ganha e manda Portuguesa para lanterna

A Portuguesa é a nova lanterna do Brasileirão. Jogando na Arena da Baixada, em Curitiba, na noite deste sábado, a Lusa foi derrotada pelo Atlético-PR, por 2 a 0, e acabou sendo ultrapassada na classificação do campeonato pelo Ipatinga, que ganhou do Atlético-MG.Veja também: Brasileirão Série A - Classificação Brasileirão Série A  - Calendário e resultados Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoEnquanto o Ipatinga chegou aos 24 pontos, a Portuguesa segue com 23, agora em último lugar. Já o Atlético-PR, com a importante vitória em casa, conseguiu sair provisoriamente da zona de rebaixamento do Brasileirão, com 26 pontos.Os dois times mostraram, nos primeiros minutos da partida deste sábado, porque estão entre os últimos colocados do campeonato. Tecnicamente fraco, o jogo só não chegava a ser sofrível porque os jogadores mostravam ao menos vontade de superar a má fase. Mas, a partir dos 20 minutos, a Portuguesa mostrou que estava mais disposta a chegar ao gol. Na primeira vez, Preto não conseguiu dominar a bola quando estava livre no meio da área. No lance seguinte, o goleiro Galatto fez duas grandes defesas para impedir que a equipe paulista abrisse o placar.O susto serviu para acordar o Atlético. Assim, os lances de ataque começaram a se alternar. Mas o goleiro Sérgio também apareceu bem do lado da Portuguesa, principalmente nas faltas cobradas por Fernando. A conversa do vestiário alterou a forma de o Atlético jogar. O time passou a explorar as laterais e a acertar os passes. Assim, aos quatro minutos, o lateral Netinho foi pela primeira vez na linha de fundo e mandou a bola na cabeça de Júlio César, que escorou para o gol: 1 a 0.E foi novamente de Netinho o passe para o segundo gol do Atlético, em uma cobrança de falta aos 12 minutos. O zagueiro Antônio Carlos, de cabeça, tirou a bola do alcance do goleiro Sérgio: 2 a 0. Depois disso, a Portuguesa sucumbiu e nem mesmo quando o rival decidiu retroceder para garantir o resultado os jogadores tiveram forças para armar ao menos jogadas mais perigosas.O meia Edno terminou o jogo inconformado. No intervalo, ele já tinha reclamado que estava sempre correndo pelo lado do campo, mas não recebia os passes. No final, voltou a reclamar das oportunidades perdidas no primeiro tempo e da falta de atenção nos gols. "A gente fala, fala... Mas a equipe é boa, não merece estar nessa condição", disse o jogador da Lusa.Atlético-PR 2 x 0 PortuguesaAtlético-PR - Galatto; Rhodolfo, Antônio Carlos e Danilo; Alberto, Valencia, Fernando (Chico), Ferreira (Alan Bahia) e Netinho; Rafael Moura e Júlio César (Kelly). Técnico - Geninho.Portuguesa - Sérgio; Patrício, Bruno Rodrigo, Halisson e Preto; Gavilán (Felipe Gabriel), Carlos Alberto, Dias (Raí) e Edno; Jonas (Vaguinho) e Washington. Técnico - Estevam Soares.Gols - Júlio César, aos 4, e Antônio Carlos, aos 12 minutos do segundo tempo.Árbitro - Sérgio da Silva Carvalho (DF).Cartão amarelo - Halisson, Jonas, Alberto, Danilo e Valencia.Renda - R$ 228.322,50.Público - 15.638 pagantes.Local - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.