Atlético-PR inicia sua peregrinação

No discurso, os jogadores do Atlético Paranaense garantiram no início da semana que as coisas que aconteciam fora de campo não iriam interferir na atuação do time. Para que isso pudesse acontecer e não lhes tirasse a concentração, foi-lhes pedido inclusive que evitassem falar sobre a possibilidade de perda de mando de jogo.Mas, após a confirmação da pena, quando os jogadores já estavam na concentração em São Paulo (SP), é possível que haja reflexo na tarde deste sábado, quando o time enfrenta o Palmeiras, no Parque Antártica.Há 18 jogos invicto, mas sem vencer nas duas últimas rodadas, o líder da competição pretende manter-se nesse posto, aproveitando cada ponto fora de casa. "O importante é que trabalhemos sério para superar todos os problemas", diz o atacante Washington. Nesse sentido valeu até mesmo um convite para o técnico da seleção feminina de vôlei, Bernardo Rezende, que esteve no centro de treinamento para uma palestra motivacional.O técnico Levir Culpi também tem trabalhado a motivação de seus comandados. "Estamos indo com confiança, buscando a vitória e sem medo de ser feliz", afirma. "O time tem procurado a vitória de qualquer forma, mas todos os jogos são difíceis e qualquer resultado é normal." Para o jogo, Culpi mantém dúvidas nas duas alas. Na direita, Raulen pode entrar, mas também há a possibilidade de Fernandinho ser deslocado para esse setor, com Willian entrando no meio. Na esquerda Ronildo deve fazer a estréia caso Ivan não se recupere de um entorse no tornozelo direito.Mas, a principal novidade é a entrada desde o início do jogo do centroavante Denis Marques no lugar de Dagoberto. Com a contusão do jogador, que ficará afastado por pelo menos cinco meses, Denis será o novo companheiro de Washington. Até agora ele entrou quatro vezes no decorrer das partidas, tendo marcado um gol e dado assistência para outros três. "Todos estão preparados para entrar e jogar bem", afirma.Com a perda de dois mandos, o Atlético-PR jogará fora de casa os próximos sete jogos, retornando à Baixada somente no dia 5 de dezembro, contra o São Caetano. "Temos que pensar sempre positivo, em fazer o nosso melhor", incentiva o goleiro Diego.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.