Divulgação
Divulgação

Atlético-PR joga para não perder o Cruzeiro de vista

No Maracanã, o Flamengo aposta no apoio da torcida para bater o Criciúma. Na Bahia, o Vasco não quer perder a sexta seguida

Atlético-PR está a nove pontos do líder Cruzeiro, O Estado de S. Paulo

29 de setembro de 2013 | 08h00

SÃO PAULO - O Atlético-PR não pensa em outro resultado que não seja a conquista dos três pontos, neste domingo, às 18h30, Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba, diante do Vitória. Só assim o time segue na caça do líder Cruzeiro no Campeonato Brasileiro.

Para esta partida, o técnico Vagner Mancini deve colocar Jonas na ala direita na vaga de Léo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Além desta mudança, Mancini deve poupar o veterano Paulo Baier. Sem poder contar com seis jogadores, quatro deles volantes, o técnico Ney Franco, do Vitória, ensaiou duas formações. Uma, mais ofensiva, com um volante e três meias, e outra mais defensiva, com dois volantes. "Por causa dos desfalques, vou esperar até o último momento para definir a equipe", disse o treinador.

Na formação que pareceu mais agradar ao treinador, o meia Escudero jogou recuado, perto da defesa, ajudando na saída de bola da equipe e auxiliando Renato Cajá e Leilson na criação das jogadas. Para Ney Franco, porém, a tática pode ser perigosa contra uma equipe rápida como o Atlético-PR. Para proteger mais a defesa, o treinador também testou o volante Elizeu na vaga de Leilson. O volante Luiz Gustavo, emprestado pelo Palmeiras, deve fazer sua estreia no time.

RIO

Os melhores resultados do Flamengo têm sido obtidos no Maracanã e estão diretamente relacionados ao apoio que recebe de sua torcida. Com essa expectativa, de que a força para vencer o Criciúma venha mais da arquibancada do que do time em si, o Fla enfrenta hoje, às 16 horas, no Rio, um adversário direto na luta contra o descenso.

O Criciúma disputa a primeira das três partidas seguidas que terá fora de casa. O time joga com um desfalque e um retorno. João Victor cumpre suspensão por cartão vermelho. Quem volta é o volante Elton, que cumpriu penalização pelo terceiro cartão amarelo.

SALVADOR

Há seis jogos sem vencer (cinco derrotas seguidas) e na zona de rebaixamento, o Vasco precisa de uma vitória sobre o Bahia, às 16h, na Fonte Nova. O time baiano já perdeu três vezes em casa e os vascaínos venceram três vezes fora de casa. O Vasco terá o retorno de Juninho Pernambucano, poupado na derrota para o Goiás, no meio de semana, pela Copa do Brasil.

Para o técnico Dorival Júnior, "está na hora da virada". "Não tenho dúvidas de que vamos engatilhar uma sequência boa." No Bahia, o técnico Cristovão Borges só vai decidir a escalação pouco antes da partida, pois não teve tempo de treinar, após a derrota para em Medellín, para o Nacional, por 1 a 0, na Copa do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.