Atlético-PR lamenta expulsão de argentino em derrota

Todo o esquema tático montado por Leandro Niehues desmoronou neste sábado quando o atacante argentino Javier Toledo foi expulso logo aos 12 minutos do primeiro tempo, por acertar cabeçada em um jogador do Iraty. Apesar de reconhecer que a equipe não fez uma grande partida, o novo técnico do Atlético Paranaense lamentou o cartão vermelho e garantiu que ele foi determinante na derrota por 1 a 0.

AE, Agencia Estado

13 de março de 2010 | 18h37

"Não fizemos um grande jogo tecnicamente, mas a expulsão teve grande influência. Em uma situação normal poderíamos ter ganho este jogo", afirmou o técnico, que assumiu após a saída de Antônio Lopes.

O zagueiro Rhodolfo também lamentou a expulsão de Toledo, o que teria deixado a equipe desgastada. "Infelizmente não conseguimos segurar eles mas vamos levantar a cabeça e pensar na Copa do Brasil. Não fizemos um bom jogo. O defeito foi a expulsão que desgastou a equipe. E levamos um gol de bobeira também", analisou Rhodolfo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.