Atlético-PR perde dois mandos de jogo

Último colocado do Campeonato Brasileiro, ainda sem pontuar em seis rodadas, o Atlético Paranaense foi punido nesta segunda-feira com a perda de dois mandos de campo pela 1.ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O clube paranaense foi condenado por causa dos incidentes ocorridos no jogo contra o Corinthians, dia 15 de maio, na Arena da Baixada. Na ocasião, a torcida rubro-negra arremessou duas bombas no gramado.Por isso, o Atlético terá de enfrentar Figueirense, no dia 12, e Fortaleza, dia 26, em outro estádio com os portões fechados.Em outro julgamento nesta segunda à noite, o atacante Ricardinho, do Palmeiras, foi absolvido por unanimidade. Ele foi intimado sob a acusação de ter desferido uma cotovelada em um jogador do Paraná, num confronto disputado no Parque Antártica. Em seu depoimento no plenário, negou qualquer tentativa de agressão. "Me mantive calmo. Sabia que não tinha feito nada demais. Apenas tentei me livrar da marcação. Em cinco anos no Palmeiras, nunca havia levado cartão amarelo nem vermelho", declarou Ricardinho.Já o goleiro Lauro, da Ponte Preta, foi suspenso por um jogo, mas, como já cumpriu a pena, está liberado para enfrentar o Cruzeiro, dia 11, no Mineirão, pela sétima rodada do Brasileiro. Ele se envolveu em uma briga com o meia Clodoaldo, do Fortaleza, e ambos foram expulsos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.