Atlético-PR pode até perder por 4 gols

O Atlético Paranaense entra em campo neste domingo, às 16 horas, para a decisão do Supercampeonato Paranaense, contra o Paraná Clube, com a vantagem de poder perder por até quatro gols de diferença. A única dificuldade é o gramado do Estádio Durival de Britto, a Vila Capanema, que vem sendo criticado até mesmo pelo Paraná Clube.No entanto, os jogadores paranistas acreditam poder tirar proveito desse detalhe, como já fizeram em outras oportunidades "Vamos jogar no nosso gramado, que sabemos que é horrível e, de repente, isso pode nos ajudar", diz o atacante Maurílio. Depois da derrota por 6 a 1 na primeira partida, as opiniões são discordantes entre os jogadores paranistas.Enquanto Maurílio afirma que "todos estão acreditando" na possibilidade de reverter o placar, o zagueiro Ageu diz que a luta será para não perder o jogo. "Está difícil tirar a diferença", reconhece. "No mínimo vamos sair com dignidade", reforça o técnico Caio Júnior.O discurso de humildade, comum em qualquer situação no futebol é repetido pelos jogadores atleticanos. "A vantagem é grande, mas do outro lado tem jogadores com brio e com o mesmo objetivo que o Atlético", acentua o meia Reginaldo Vital. "Precisamos manter a determinação." O técnico Riva Carli reconhece que "a quebra de serviço" foi melhor do que pensava. Mas também ressalva que "o Paraná é uma grande equipe". "Temos que ir lá (Vila Capanema) como uma equipe que quer ser campeã", acentua.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.