Atlético-PR sofre, mas vence Libertad

O Atlético Paranaense jogou bem melhor que o Libertad, do Paraguai, nesta terça-feira à noite, na Arena da Baixada, em Curitiba, e mereceu a vitória por 1 a 0, que lhe garante a segunda colocação em seu grupo na Copa Libertadores da América. Com quatro pontos, o time paranaense está dois atrás do América de Cáli, o próximo adversário, no dia 10, em Cáli, na Colômbia. O atacante Maciel foi o herói em sua estréia no Atlético, marcando aos 12 minutos do segundo tempo.O técnico do Libertad, Juan José Lopes, não quis correr risco e escalou o time tendo apenas Samudoo no ataque. Os outros nove jogadores restringiam-se à marcação, com poucas estocadas ao setor ofensivo.Mesmo assim, o Atlético conseguiu impor seu futebol mais ágil no primeiro tempo, embora a falta de entrosamento estivesse nítida, sobretudo entre os dois atacantes - Denis Marques e Aloisio.Logo aos 5 minutos, os atleticanos reclamaram muito de um provável pênalti, mas o juiz interpretou como bola na mão. Depois, as chances de gols forasm criadas e desperdiçadas, sempre de um lado. Aos 9, Aloisio limpou a jogada e chutou fora; aos 20, Baloy chutou do meio de campo e a bola foi desviada pela defesa; aos 31, Denis Marques cabeceou e passou perto; e aos 40, novamente ele, chutou e a defesa salvou.Satisfeito, o Libertad começou a segurar o jogo ainda no primeiro tempo, com os jogadores caindo constantemente e demorando nas reposições de bola. Para acertar mais, o técnico Casemiro Mior voltou com três atacantes para o segundo tempo, entrando Maciel no lugar de Rodrigo Souto, e foi dele o gol. O jogador escapou pela esquerda e tocou da entrada da área para fazer seu primeiro gol com a camisa atleticana, aos 12 minutos. O time paraguaio abriu-se e partiu para o ataque, com jogadas de gol aparecendo em ambos os lados, mas sem alteração no placar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.