Atlético-PR: somente o time B treina

Os jogadores do time B do Atlético Paranaense, que disputarão o Campeonato Paranaense 2005, com início previsto para o dia 19, apresentaram-se nesta segunda-feira no Centro de Treinamentos do Caju, em Curitiba (PR). Mas o clube continua sem divulgar quem será o técnico responsável pelo trabalho com os atletas. Por enquanto, eles ficam sob o comando dos auxiliares Lio Evaristo e Nilson Borges. Entre as novidades na apresentação do elenco estão o atacante Jorge Henrique, ex-Náutico, o zagueiro Edson, ex-Ferroviária-SP, e o volante Jairo, ex-Paysandu. Está sendo aguardado ainda o zagueiro Durval, ex-Brasiliense. Os titulares, que disputarão a Copa Libertadores, retornam aos treinos somente no dia 17.Mas não é somente de técnico que o Atlético está carente. Nesta segunda, em uma carta publicada num jornal de Curitiba (PR), foi anunciado o pedido de demissão de dez integrantes do departamento médico. A carta é assinada por oito dos profissionais. Desde o ano passado, quando foi dada preferência para que o atacante Dagoberto realizasse uma cirurgia no joelho nos Estados Unidos, sem que o departamento fosse consultado, os médicos já vinham demonstrando insatisfação. Na carta, os profissionais acusam dirigentes e empresários de quererem dizer aos médicos e fisioterapeutas como agir. "Chegaram ao cúmulo de pedir aos médicos que mentissem à imprensa sobre determinados assuntos com a finalidade de encobrir falcatruas", registram.A diretoria do Atlético Paranaense não se pronunciou oficialmente sobre a carta. Durante a apresentação dos novos contratados, o diretor científico Antônio Carlos Gomes disse ter tomado conhecimento da carta pela manhã. "Me entristeceu algumas coisas que li porque é uma carta que não dá detalhes de quais problemas ocorreram. A partir do momento em que aparecerem esses detalhes eu posso falar alguma coisa", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.