Gustavo Oliveira/CAP
Gustavo Oliveira/CAP

Atlético-PR tenta aproveitar fator casa para abrir vantagem na Libertadores

Equipe de Paulo Autuori recebe o Millonarios, às 21h45, na Arena da Baixada

O Estado de S.Paulo

01 Fevereiro 2017 | 07h46

O Atlético Paranaense inicia nesta quarta-feira, às 21h45, a sua quinta participação na Copa Libertadores apostando no fator casa para avançar na competição. Na Arena da Baixada, o time receberá o colombiano Millonarios para o duelo de ida da segunda fase preliminar e tenta abrir vantagem.

Vice-campeão da Libertadores em 2005, o Atlético-PR disputou o torneio pela última vez em 2014, quando caiu ainda na fase de grupos. No ano passado, assegurou a sua presença no torneio graças ao ótimo desempenho em casa no Campeonato Brasileiro - foi o melhor mandante -, o que acabou sendo decisivo para ficar em sexto lugar e obter sua vaga.

"Peço o apoio dos nossos torcedores. Essa atmosfera é fundamental para fazer com que a equipe mantenha o nível de intensidade muito forte. A torcida tem sido importante nos apoiando", disse o técnico Paulo Autuori.

Agora, portanto, a aposta é em repetir esse ótimo desempenho já diante do Millonarios. E, para isso, Autuori conta com o faro de artilheiro do experiente atacante Grafite, de 37 anos, que chegou ao clube após atuar na temporada 2016 pelo Santa Cruz. Ele será titular diante dos colombianos, enquanto o meia Carlos Alberto, também recém-contratado, foi relacionado, mas ficará como opção no banco de reservas.

Autuori ainda aguarda a regularização do novo contrato do zagueiro Thiago Heleno, um dos destaques do time no ano passado, para definir a escalação do time, mas já sabe que não poderá contar com o meia-atacante Nikão, que cumprirá gancho por expulsão na última edição da Copa Sul-Americana.

O Atlético-PR, porém, ainda tenta encontrar a melhor forma neste início de temporada, tanto que só empatou nos últimos dois compromissos - 0 a 0 com o Peñarol, em um amistoso, e 1 a 1 com o Rio Branco, na sua estreia no Campeonato Paranaense.

"Entendo que tivemos pouco tempo de preparação. Mas o que nos dá um pouco de garantia é a organização da equipe e como se propõe a jogar. Temos que lutar para classificarmos para disputar a próxima eliminatória", disse Autuori.

O Millonarios, dirigido pelo técnico argentino Miguel Ángel Russo, não disputa a Libertadores de 2013. E o time terá como baixas os meio-campistas Jacobo Koufatty, contundido, e Alexis Zapata, contratado junto ao italiano Perugia, mas que ainda não adquiriu o condicionamento ideal para entrar em campo. O time tentará obter um bom resultado para decidir a classificação à próxima fase em situação mais confortável no dia 8, em Bogotá.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Atlético-PR Millonarios Grafite

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.