Atlético-PR terá retorno de 5 titulares

Diferente da semana passada, quando o técnico Levir Culpi não tinha jogadores de ataque para escalar o time do Atlético Paranaense que enfrentaria o Guarani, neste sábado, diante do Santos, às 18 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba, ele poderá contar com a dupla que foi titular durante o Campeonato Paranaense. Ilan volta depois de cumprir suspensão automática,enquanto Washington faz sua estréia na competição, já recuperado de uma lesão muscular. Além deles, também conta com os retornos do goleiro Diego e dos meias Willian e Alan Bahia. "Superamos aquela turbulência da semana passada", comemorou o técnico. Entre os que entram, Washington é o mais entusiasmado. "Estava louco para jogar", disse o atleta, que disputou a última partida em 18 de março, na decisão do Campeonato Paranaense. "Vamos enfrentar um dos favoritos, mas dentro de casa, com os retornos de vários jogadores e o apoio de nossa torcida, temos tudo para pôr em prática o melhor futebol." Se o Santos não venceu nenhuma partida fora de casa, o Atlético também não venceu em seu campo. Por isso, o jogo deste sábado ganha em emoção e a disputa equilibrada. "Pelas características de cada um, espero uma partida com várias chances de gol", previu Levir. Segundo ele, os dois times têm jogadores velozes do meio-de-campo para frente. "Espero um jogo aberto, em busca do gol." Ele exigiu nos treinamentos a perfeição nos cruzamentos, finalizações e chutes de bola parada. Sem qualquer possibilidade de perder os pontos que ganhou, por uma possível escalação irregular do goleiro Diego, o Atléticoagora só pensa em somar mais para sair da 17ª colocação. "Vamos buscar o resultado que nos interessa, que é a vitória", afirmou o técnico. "Nós temos características ofensivas e vamos utilizá-las." No esquema tático com três zagueiros, omeia Fernandinho volta a exercer a função de ala direito que desempenhou em algumas partidas do Paranaense. "Com trêszagueiros há mais liberdade para atacar e responsabilidade maior para defender."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.