Atlético-PR vai ao ataque contra o Grêmio no Olímpico

Uma vitória manterá a equipe entre os quatro primeiros e deixará o time gaúcho mais longe da vaga para a Libertadores

EVANDRO FADEL, Agência Estado

20 de novembro de 2010 | 08h58

A conquista de uma vitória sobre o Grêmio, neste sábado, a partir das 19h30, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre, para se manter entre os quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro, é o único discurso dos jogadores e da comissão técnica doAtlético-PR.

"A equipe que quer chegar na frente não pode jogar para empatar fora ou dentro de casa", afirmou o lateral Paulinho, que retorna ao time após cumprir suspensão. "A gente não vai lá para buscar o empate. A gente vai lá para jogar e buscar os três pontos", reforçou o volante Chico.

Para isso, o técnico Sérgio Soares pretende colocar o time no ataque. "Sem a bola, você vai marcar. Mas a nossa proposta vai ser de estar jogando no ataque, porque a gente precisa do resultado para manter a posição", destacou o comandante do Atlético-PR.

Tanto o Atlético-PR, com 56 pontos, quanto o Grêmio, que está com 54, têm pretensões de conseguir uma das vagas para a Libertadores. Por isso mesmo, a previsão é de um jogo nervoso e com muita pressão nas arquibancadas do Estádio Olímpico, que estará lotado.

"Tem que ser gelado, os jogadores (têm que ser) maduros dentro de campo, ser frio, não ter pressa. Quando estiver com a bola, saber jogar, não deixar que a torcida possa influenciar em alguma situação dentro do campo de jogo", orientou Sérgio Soares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.