Atlético-PR vê obrigação de vencer para sonhar com G-4

Para manter as esperanças de terminar o Campeonato Brasileiro na quarta colocação e conquistar uma possível classificação para a Libertadores, o Atlético Paranaense não pensa em nenhum resultado a não ser a vitória neste domingo, às 17 horas, contra o Ceará, no

EVANDRO FADEL, Agência Estado

28 de novembro de 2010 | 09h02

Castelão, em Fortaleza.

"Temos que entrar focados e determinados, temos que fazer o nosso jogo, porque não tem próxima chance. Se não vencer, acabou", disse o meia Branquinho.

Além de exaltar o adversário, o meia destacou que o calor e as extensões do campo são outros empecilhos. "A equipe tem que se superar e fazer o gol", afirmou.

Mas o técnico Sérgio Soares tem desfalques importantes, como o zagueiro Rhodolfo, o volante Chico e o meia Paulo Baier. "Quem vai entrar vai dar conta do recado", apostou. Entram Rafael Santos, Vítor e Maikon Leite. O atacante Nieto, com dores no tornozelo, é dúvida.

Para o técnico, o time não poderá cometer os erros da partida contra o Grêmio, no último sábado, quando perdeu por 3 a 1. "Não podemos aceitar a pressão do adversário como aceitamos durante aqueles 12 minutos até o Grêmio fazer o gol", orientou. "Isso não pode acontecer. Quando tivermos a posse de bola, tem que trabalhar com mais velocidade pelos lados."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.