Atlético-PR vence a 1ª no Brasileiro

O Atlético Paranaense conseguiu a primeira vitória no Campeonato Brasileiro, neste domingo à noite, na Arena da Baixada, em Curitiba. Fez 1 a 0 em cima do arquirival Coritiba, numa partida em que o goleiro Tiago Cardoso foi um dos melhores em campo. "Foi a melhor coisa de minha vida, ajudar o Atlético a vencer essa partida", acentuou. Dos titulares, apenas Fernandinho esteve em campo. E ainda assim porque pode ficar na reserva na finalíssima da Libertadores, dando lugar para Evandro, autor do gol da vitória.Apesar de ainda continuar na lanterna da competição, com apenas 6 pontos, o Atlético e a torcida mostraram que estão com as atenções voltadas mesmo para a decisão de quinta-feira contra o São Paulo. Os titulares foram poupados e a torcia não cansou de gritar: "Libertadores, Libertadores". "Essa vitória vai dar força para os companheiros quinta-feira", registrou o zagueiro Paulo André. Na saída houve confusão. Alguns torcedores do Coritiba quebraram cadeiras, enquanto os dois técnicos, Antonio Lopes e Cuca, quase chegaram a brigar na entrada do vestiário.Depois de duas partidas com portões fechados disputadas no Couto Pereira, que pertence ao Coritiba, o Atlético voltopu ao seu estádio, ampliado em cinco mil lugares numa arquibancada tubular. E foi o time da casa quem colocou pressão no início da partida. Logo aos 4 minutos, Vizzoto precisou sair nos pés de Evandro. Inexplicavelmente, o técnico do Coritiba, Cuca colocou o lateral Rafinha, um dos destaques da seleção Sub-20, no meio de campo. O jogador ficou sem saber o que fazer.No Atlético, o técnico Antonio Lopes preferiu não colocar nenhum atacante nato, mas três meias ofensivos para se revezarem no ataque. O jogo seguia sem muitas emoções, com os goleiros pouco aparecendo. Mas a melhor postura tática atleticana foi recompensada. Aos 33 minutos, Evandro recebeu a bola nas costas de Flávio e não teve dificuldades para vencer Vizzoto. "Na primeira não deu, mas na segunda fui feliz", simplificou o jogador.Para o segundo tempo, Cuca alterou o esquema tático, colocando o meia Caio no lugar do zagueiro Wagner. "Tem que jogar com mais dinamismo, estamos aceitando fácil as coisas", justificou. Com Rafinha em sua posição, o Coritiba melhorou e passou a pressionar. A torcida atleticana que estava quieta voltou a se agitar aos 20 minutos quando Fernandinho deu lugar a Dagoberto, que retornou apos nove meses de uma contusão no joelho. Mas não aguentou muito. Aos 37 minutos ele sentiu a coxa e o Atlético ficou com 10 jogadores pois já tinham sido feitas todas as substituições. Nesse momento apareceu a estrela do herói da tarde, o goleiro Tiago Cardoso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.