Hedeson Alves/EFE
Hedeson Alves/EFE

Atlético-PR vence Caracas novamente e avança para quartas da Sul-Americana

Rubro-negro confirma classificação com vitória por 2 a 1, na Arena da Baixada

Estadão Conteúdo

03 Outubro 2018 | 21h38

O Atlético-PR voltou a bater o Caracas, dessa vez por 2 a 1, na Arena da Baixada, pela partida de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana, e garantiu a classificação para as quartas. Na próxima fase, o Atlético terá um confronto brasileiro contra o clube que avançar da série entre Botafogo e Bahia.

Como já tinha vencido o jogo de ida, na Venezuela, por 2 a 0, o time brasileiro poderia até perder para se classificar, mas fez partida segura e garantiu o triunfo com gols de Marcelo Cirino e Renan Lodi. Garcés marcou para os venezuelanos.

O Atlético-PR mostrou sua superioridade desde o início e parecia disposto a definir a partida logo nos primeiros minutos. Presente no campo de ataque, o time brasileiro criou uma série de boas chances e o primeiro gol parecia questão de tempo.

De tanto insistir, o Atlético-PR finalmente chegou ao gol aos 30 minutos, quando Nikão escorou cruzamento de Renan Lodi, da esquerda, e deixou a bola ajeitada para Marcelo Cirino completar para as redes.

O gol acabou acomodando o Atlético-PR e, logo no início da segunda etapa, aos quatro minutos, o Caracas buscou o empate. Díaz girou em cima da marcação de Léo Pereira e deixou Garcés em boa condição para completar para o gol.

A reação, no entanto, durou pouco e, aos 11 minutos, o Atlético-PR voltou a ficar à frente com um lindo gol de Renan Lodi. Pablo foi lançado dentro da área e deu assistência genial para o lateral-esquerdo que vinha de trás e deslocou o goleiro com uma finalização de categoria.

Sem mais sustos até o final da partida, a equipe brasileira garantiu a classificação. Agora, então, volta as suas atenções para o Campeonato Brasileiro, pois encara o América Mineiro, na Arena da Baixada, pela 28ª rodada.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 2 X 1 CARACAS

ATLÉTICO-PR - Santos; Jonathan, Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington (Bruno Guimarães), Lucho González, Nikão e Guilherme; Marcelo Cirino (Rony) e Pablo (Bergson). Técnico: Tiago Nunes.

CARACAS - Cristian Flores; Ferreira, Guerra, Quijada e Añor; Garcés, Kuki Martins, Diomar Díaz (Chacón) e Robert Hernández (Arace); Canelón (Saggiomo) e Arrieta. Técnico: Noel Sanvicente.

GOLS - Marcelo Cirino, aos 30 minutos do primeiro tempo. Garcés, aos quatro, e Renan Lodi, aos 12 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Michael Espinoza (PER).

CARTÕES AMARELOS - Paulo André e Wellington (Atlético-PR); Guerra, Quijada, Garcés, Kuki Martins e Arrieta (Caracas).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.