Atlético-PR vence e encerra invencibilidade do São Paulo

Não foi desta vez que o São Paulo conseguiu derrotar o Atlético Paranaense na Arena da Baixada. Na tarde deste domingo, a equipe paulista perdeu por 1 a 0 para o rival paranaense, em partida válida pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com isso, já são 11 jogos no estádio, com quatro empates e sete derrotas do time do Morumbi.

ALAN RAFAEL VILLAVERDE, Agencia Estado

23 de agosto de 2009 | 18h48

Com o resultado, o São Paulo continua com 36 pontos, mantendo-se na segunda colocação provisória, já que pode cair para terceiro com uma vitória do Goiás sobre o Santos, no encerramento da rodada, ainda neste domingo. Já o Atlético-PR agora soma 27 pontos e segue se afastando da zona de rebaixamento do Brasileirão.

O resultado acabou com a sequência de sete vitórias do São Paulo que, assim, perde a chance de igualar o recorde do Cruzeiro, de oito vitórias consecutivas em 2003. Além disso, o time paulista, que não perdia há nove partidas, se distanciou do líder Palmeiras. Agora, o São Paulo se prepara para o clássico diante do Palmeiras no domingo, às 16 horas, no Morumbi, enquanto o Atlético-PR encara o Náutico no sábado, às 18h30, no Recife

O JOGO - Empolgado, o Atlético Paranaense pressionou o São Paulo em boa parte da primeira etapa, mas sem conseguir criar grandes oportunidades. Assim, Rogério Ceni e Galatto foram meros coadjuvantes.

O São Paulo, depois dos 30 minutos, melhorou, adiantou sua marcação e controlou o adversário, mas deu poucas condições para a dupla Washington e Dagoberto finalizar. A melhor chance aconteceu aos 34 minutos. O goleiro Gallato saiu mal em cruzamento e Dagoberto finalizou, de primeira, para fora.

No segundo tempo, o São Paulo pareceu satisfeito com o empate e tentou administrar o resultado. Mas o veterano Paulo Baier, com muita disposição, dava muito trabalho. Aos 12 minutos, ele passou para Wallyson, que invadiu a área e chutou. Rogério Ceni fez boa defesa com os pés.

O São Paulo chegou com perigo aos 29 minutos. Jean cruzou e Jorge Wagner cabeceou para defesa de Galatto. Paulo Baier definiu a partida aos 42 minutos. O veterano roubou a bola no meio-de-campo, tocou para Gabriel e invadiu a área para receber o cruzamento e cabeceou na saída de Rogério Ceni.

O São Paulo tentou o empate com cruzamentos à área nos minutos finais, mas não teve sucesso. A melhor chance aconteceu aos 44 minutos. Jorge Wagner cruzou em cobrança de falta, Richarlyson desviou, e Galatto faz boa defesa, sacramentando o triunfo do Atlético-PR.

Ficha técnica:

Atlético-PR 1 x 0 São Paulo

Atlético-PR - Gallato; Fransérgio, Manuel e Chico; Wesley, Valencia, Rafael Miranda, Paulo Baier e Márcio Azevedo; Marcinho (Alex Mineiro) e Wallyson (Gabriel). Técnico: Antônio Lopes

São Paulo - Rogério Ceni; Renato Silva, André Dias e Miranda; Jean, Richarlyson, Arouca, Jorge Wagner e Junior Cesar; Dagoberto (Hugo) e Washington (Borges). Técnico: Ricardo Gomes

Gol - Paulo Baier, aos 41 minutos do segundo tempo

Árbitro - Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ)

Cartões amarelos - Paulo Baier, Chico e Valência (Atlético-PR); Dagoberto, André Dias, Miranda e Borges (São Paulo)

Renda e público - Não disponíveis

Local - Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.