Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Atlético-PR vence Internacional: 2 a 1

O Atlético-PR voltou a vencer, bateu o Internacional por 2 a 1 no estádio Serra Dourada e renovou sua esperança de disputar o título do Campeonato Brasileiro. Os gols, todos de pênalti, foram marcados por Washington (2) e Fernandão. E o rubro-negro paranaense, que vinha de quatro jogos sem vencer, além de espantar uma crise de resultados manteve a segunda posição no Campeonato Brasileiro. "Felizmente nós conseguimos a vitória", respirou aliviado o zagueiro Marcão após o jogo, dando a entender que ao impedir um resultado negativo o seu time eliminou uma semana conturbada, enquanto vê seu artilheiro Washington, somar 27 gols e se aproximar do recorde de 31 gols de Dimba, no ano passado. O jogo começou com o Inter imprimindo velocidade nos contra-ataque, tentando abrindo brechas na zaga adversária mas esbarrando na forte marcação. Aos 10 minutos, de fora da área, Rafael Sóbis ajeitou a bola para Galego que bateu pra fora, sobre o travessão de Diego. Melhor no jogo, o Atlético-PR explorou o 3-5-2 e o gol surgiu aos 13 minutos. Na disputa entre laterais na grande área colorada, Fernandinho foi derrubado por Galego. Pênalti que Washington cobrou e marcou 1x0. Melhor em campo, o Atlético ainda tentou ampliar o placar com Denis Marques, aos 30 minutos, que bateu cruzado mas Clémer mandou para escanteio. O atacante voltou a falhar na finalização, aos 37 minutos chutando pra fora quando deveria assistir Washington, melhor posicionado na área. Animado pelos erros do adversário, o Inter avançou e conseguiu empatar aos 46 minutos, a partir de um lace polêmico que começou na bola cruzada por Marabá sobre a área atleticana. Fernandinho abriu os braços para proteger a bola mas acertou o atacante Fernandão, com o cotovelo. O juiz interpretou o lance como pênalti que o atacante colorado bateu e fez 1x1. A decisão do árbitro revoltou os paranaenses: "O juiz caiu na lábia do Fernandão, que se jogou, e marcou um pênalti que nos prejudicou", acusou Rogério. No segundo tempo, as duas equipes continuaram jogando no ataque. O Furacão, mesmo sem jogadas brilhantes, voltou a apresentar melhor desempenho em campo. Falhou na finalização aos 9 minutos com Denis Marques, e aos 16 minutos com Fernandinho. Mas abriu vantagem aos 27 minutos com Washington cobrando penalidade aos 27 minutos, após Herbella derrubar Denis Marques na grande área. O Inter respondeu aos 14 minutos com Rodrigo, em contra-ataque rápido mas batendo alto e para fora, na melhor oportunidade do jogo, que foi disputado em campo neutro, o Serra Dourada, já que o Atlético-PR foi punido com a perda de mando de campo em duas partidas. Próximos jogos: Agora as duas equipes têm uma semana para descansar. O Inter(RS) enfrenta o Corinthians às 16 horas do próximo domingo (7) no Beira-Rio, em Porto Alegre; Já o Atlético-PR vai ao Maracanã, também no domingo (7) às 16 horas para enfrentar o Fluminense, no Rio de Janeiro.

Agencia Estado,

30 de outubro de 2004 | 23h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.