Atlético-PR vence o Inter de virada

O Atlético Paranaense conseguiu afastar uma possível crise no time, ao vencer o Internacional, de virada, por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba. O Inter começou bem a partida, jogando como queria no primeiro tempo, quando marcou seu gol e atuou cerca de 15 minutos com um jogador a mais. Mas não manteve a mesma disposição no segundo tempo e permitiu que o Atlético virasse o placar, passando a somar 39 pontos. O Internacional continua com 50.Pressionado pelos torcedores, o Atlético tentou tomar as rédeas do jogo, mas não contava com o bom esquema montado pelo técnico Muricy Ramalho, que fechou o meio-de-campo com três homens e deixou outros três na defesa. Sem conseguir entrar pelo meio, o Atlético tentava enfiar seus jogadores pelas laterais. Era o que o Internacional queria. As costas do lateral Ivan passaram a ser o caminho.Ao Atlético restava fazer faltas na entrada da área para segurar os atacantes gaúchos que se mexiam bastante. O Internacional foi se aproximando do gol defendido por Diego. Aos 24 minutos, depois de cobrança de falta, Flávio antecipou-se a Igor e cabeceou sem chances de defesa para o goleiro. Cinco minutos depois, Ilan perdeu uma jogada e cometeu falta por trás, recebendo o cartão vermelho. Saiu de campo sob o coro de "burro".O Atlético voltou para o segundo tempo disposto a tudo. O técnico Mário Sérgio tirou o volante Alan Bahia e o lateral Alessandro para as entradas do atacante Alex Mineiro e do meia-atacante Jádson. Além de melhorar o toque de bola no meio, o time contou com a ajuda do adversário, que se mostrava satisfeito com o resultado e não repetia o bom futebol da primeira etapa.O Atlético cresceu mais a partir dos 23 minutos, depois da expulsão do lateral Gavilán, do Internacional. Impulsionado pelos gritos da torcida, os jogadores foram para cima do time gaúcho, que retrocedeu ainda mais para segurar o resultado. A pressão deu certo. Aos 32 minutos, Dagoberto recebeu a bola de Alex Mineiro, livrou-se de um zagueiro, tirou o goleiro da jogada e escolheu o canto para empatar.Logo depois, aos 38, o mesmo Dagoberto sofreu pênalti, convertido em gol por Alex Mineiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.