Fabio Wosniak/Atlético-PR
Fabio Wosniak/Atlético-PR

Atlético-PR visita Caracas e inicia busca por vaga nas quartas da Sul-Americana

Equipe espera melhorar desempenho fora de casa para obter bom resultado já no jogo de ida

Estadão Conteúdo

19 de setembro de 2018 | 07h30

O Atlético-PR deixa o Campeonato Brasileiro um pouco de lado e foca na Copa Sul-Americana, já que nesta quarta-feira inicia a disputa por uma vaga nas quartas de final contra o Caracas, às 19h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira, no Estádio Olímpico de la UCV.

O jogo de volta está marcado para 3 de outubro, na Arena da Baixada, em Curitiba. Quem passar vai enfrentar Botafogo ou Bahia, que fazem a primeira partida nesta quinta-feira.

Como o volante Wellington foi inscrito nesta nova fase da Sul-Americana, o técnico Tiago Nunes vai poder repetir a formação que ganhou do Fluminense, por 3 a 1, em casa no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

"Sabemos que precisaremos ter muitos cuidados defensivos e um equilíbrio muito grande para que possamos sair aqui da Venezuela com um resultado positivo. Precisaremos de um jogo de concentração e de imposição física", afirmou o treinador.

O problema é que o Atlético-PR não vem tendo um bom desempenho longe de casa nesta temporada. Nas últimas 20 partidas que fez como visitante, o time paranaense ganhou apenas do Peñarol, por 4 a 1, pela Sul-Americana, no mês passado.

Esta partida será especial para o Caracas, porque vai marcar a reabertura do Estádio Olímpico de la UCV, que ficou cerca de seis meses fechado por conta de reformas nos vestiários, sala de imprensa, banheiros, iluminação e até no gramado, que foi trocado.

O Caracas está armado pelo técnico Noel Sanvicente no 4-4-2 e vem embalado por duas vitórias seguidas, sobre Trujillanos e Portuguesa. Com esses triunfos pelo Torneio Clausura da Venezuela, o time está na quinta colocação, com 17 pontos em nove jogos e na briga pela ponta. O líder é o Zamora, com 19.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.