Atlético vence e vai à final do Mineiro com expulsão relâmpago

Time alvinegro vira, vence o América-MG por 2 a 1 e aguarda definição entre Cruzeiro e América-TO

AE, Agência Estado

30 de abril de 2011 | 20h27

O Atlético-MG é o primeiro classificado à final do Campeonato Mineiro. Neste domingo, na Arena do Jacaré, mesmo com um jogador a menos em todo o segundo tempo, o time alvinegro virou sobre o América-MG, venceu por 2 a 1 e só espera o Cruzeiro confirmar a sua classificação sobre o América de Teófilo Otoni, no domingo, para enfrentar o maior rival na decisão.

Como havia vencido por 3 a 1 no jogo de ida e já tinha a vantagem de jogar por dois resultados iguais, o Atlético-MG ganhou o benefício de poder até perder por dois gols de diferença para se classificar. Não usou desse direito e venceu o clássico no dia do aniversário de 99 anos do América-MG.

Não que se trate de um recorde, mas Richarlyson conseguiu um feito histórico no jogo. Ser expulso com 21 segundos em campo. Logo que entrou em campo, na volta do intervalo, substituindo Renan Oliveira, o volante recebeu uma bola pela esquerda, deu dois toques na bola e foi derrubado. O árbitro Cleber Wellington Abade não marcou falta. Richarlyson então se levantou e correu em direção ao juiz, falando algo para ele. Instantaneamente, Abade tirou o vermelho do bolso.

Na saída do gramado, Richarlyson mostrou-se transtornado: "O Abade vem de São Paulo vem prejudicar o meu trabalho aqui, ele já conhece há tanto tempo e estraga aqui o meu trabalho. Eu não vou nem comentar, ele sabe o que ele fez. Ele fez a falta em mim e eu falei assim: ''Abade, foi falta''. Ele pegou e me expulsou. (Juro) pela minha mãe".

Com vantagem numérica, o América abriu o placar aos 15 minutos. Sheslon aproveitou falha de Guilherme Santos em cruzamento da esquerda, e tocou de peixinho para Luciano marcar, livre no meio da pequena área. Quatro minutos depois, Giovanni Augusto fez boa jogada pela direita e tocou para Magno Alves, que girou sobre o marcador e bateu para empatar.

A virada veio quase na sequência. Aproveitando um contra-ataque, o time alvinegro chegou rápido à área adversária com Serginho, que recebeu na cara de Flávio e tocou na saída do goleiro para decretar a classificação.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético-MGCampeonato Mineiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.