Atlético vence Ipatinga e sai na frente em final

Após vitória por 3 a 2, time de Belo Horizonte pode até mesmo perder por um gol para ser campeão

EDUARDO KATTAH, Agência Estado

25 de abril de 2010 | 18h41

Em um jogo bastante movimentado, o Atlético venceu o Ipatinga por 3 a 2, no Ipatingão, e deu um enorme passo para conquistar o título do Campeonato Mineiro. Como fez melhor campanha na primeira fase, o time de Belo Horizonte ampliou a vantagem na decisão e na partida do próximo domingo, no Mineirão, poderá perder até por um gol de diferença que mesmo assim será campeão estadual.

Jogando em casa, o Ipatinga se lançou ao ataque no primeiro tempo. E a equipe quase abriu o placar aos oito minutos. Após uma bela articulação do time do Vale do Aço, o meio-campista Leanderson concluiu de fora da área, obrigando Aranha a fazer grande defesa.

Logo depois, o goleiro atleticano foi novamente providencial ao evitar gol do atacante Danilo Dias. Na cobrança de escanteio, porém, o atacante Joabe escorou e, ao tentar cortar, o volante Fabiano, do Atlético, desviou a bola para o próprio gol, aos 11 minutos. O árbitro paulista Sálvio Spinola Fagundes Filho, contudo, assinalou gol para Joabe.

Porém, o Atlético assimilou o gol do adversário e foi em busca do empate. Aos 28 minutos, o goleiro Douglas fez pênalti em Correa. O atacante Diego Tardelli cobrou e deixou o placar igual: 1 a 1.

Na etapa final, o Atlético voltou decidido e explorando os espaços deixados pelo adversário teve a chance de "matar" a partida no início. O goleiro Douglas evitou o segundo gol de Diego Tardelli na partida, aos quatro minutos. Porém, um minuto depois, o atacante Muriqui, com um drible de corpo, tirou um zagueiro adversário e fez o gol da virada.

O Ipatinga, porém, conseguiu reequilibrar as ações ofensivas e conseguiu empatar aos 28 minutos, novamente com ajuda do adversário. O lateral Luizinho cobrou falta pelo lado esquerdo e o volante atleticano Zé Luís escorou, traindo Aranha: 2 a 2.

O jogo continuou aberto e o Atlético não desperdiçou a oportunidade de passar novamente à frente no placar. Júnior chutou rasteiro da esquerda e Muriqui, escorou para fazer o terceiro gol atleticano. A torcida alvinegra no Ipatingão não se conteve e gritou "é campeão".

FICHA TÉCNICA:

Ipatinga 2 x 3 Atlético-MG

Ipatinga - Douglas; Max, Éber e Sílvio; Luizinho, Leanderson, Mateus (Afonso), Francismar (Reina) e Marinho Donizete; Danilo Dias e Joabe (Muller). Técnico: Gilson Kleina.

Atlético-MG - Aranha; Carlos Alberto, Jairo Campos, Werley e Leandro (Júnior); Zé Luis, Fabiano (Jonílson), Correa (Benítez) e Ricardinho; Muriqui e Diego Tardelli. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Gols - Joabe, aos 11, e Diego Tardelli (pênalti), aos 29 minutos do primeiro tempo; Muriqui, aos 5 e 38, e Luizinho, aos 28 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Salvio Spínola Fagundes Filho (Fifa/SP).

Cartões amarelos - Jonílson

Renda - R$ 285.600,00.

Público - 11.000 pessoas.

Local - Estádio Ipatingão, em Ipatinga.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.