Ato racista contra cruzeirense Tinga ganha repercussão internacional

Sites da Austrália, Estados Unidos e Argentina dão destaque para o incidente em jogo no Peru

O Estado de S. Paulo

13 de fevereiro de 2014 | 17h52

SÃO PAULO - O caso de racismo sofrido pelo volante Tinga, do Cruzeiro, ganhou repercussão no mundo. A atitude da torcida do Real Garcilaso, do Peru, foi reprovada pela presidente Dilma Rousseff, manifestação que fez o caso, ocorrido durante jogo da Copa Libertadores, nesta quarta-feira, ser publicado em diversos veículos de comunicação pelo mundo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.