Mauricio de Souza/Estadão
Mauricio de Souza/Estadão

Atraso de salário pode tirar pontos do Santos no Brasileirão

Sindicato dos Atletas aciona CBF e STJD pelo não pagamento

Estadão Conteúdo

28 de julho de 2015 | 19h49

O Santos pode perder pontos no Campeonato Brasileiro por não pagar seus jogadores. O Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo (Sapesp) enviou um ofício à CBF e ao STJD no último dia 20 denunciando o clube por atraso no pagamento dos salários.

A diretoria assegura que já conversou com o sindicato e que a situação está resolvida. Entretanto, a denúncia será analisada já que, de acordo com o artigo 18 do Campeonato Brasileiro, clube denunciado por não pagamento perderá três pontos por partida que disputar nestas condições se o atraso for comprovado.

O Santos deve, atualmente, um mês de salários registrados na carteira e mais um mês de direitos de imagem. Mas os dirigentes admitem apenas o atraso nos direitos de imagem. O clube tem 15 dias para realizar e confirmar o pagamento. Caso não consiga quitar a dívida, pode ser punido.

Os jogadores do Santos admitiram publicamente por diversas vezes que tinham salários a receber e que uma parte já foi paga, mas ainda existe a dívida. No fim do ano passado, sob a gestão de Odílio Rodrigues, o Santos sofreu com a falta de pagamentos e acabou perdendo importantes jogadores como o goleiro Aranha, o volante Arouca (ambos foram para o Palmeiras) e o lateral-esquerdo chileno Mena (está no Cruzeiro).

Quem também cobra na Justiça por atrasados é o zagueiro Bruno Uvini, que atuou no clube entre abril e dezembro do ano passado. Ele pede salários e direitos de imagem de outubro, novembro e dezembro e o 13º salário, que não teriam sido pagos pelo clube.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.