Atraso no vôo atrapalha preparação do Flamengo

Por pouco, o treino em Montevidéu, que aconteceria na noite desta terça, não foi cancelado

Agência Estado

04 de março de 2008 | 19h05

Um imprevisto no vôo do Flamengo para Montevidéu, local do jogo de quinta-feira, contra o Nacional, pela Libertadores, quase levou o clube carioca a alterar a programação de viagem. Por pouco, o treino no campo do Defensor, já na capital uruguaia, que aconteceria na noite desta terça, não foi cancelado. Mas, no fim, o técnico Joel Santana e os jogadores conseguiram cumprir a agenda. O problema foi causado pela demora da saída do avião que conduziu a delegação flamenguista de Porto Alegre para Montevidéu. O Flamengo deixou o Rio de Janeiro às 10 horas desta terça-feira, rumo à capital gaúcha. E ficou lá cerca de três horas, à espera do vôo para o Uruguai. Assim que desembarcaram na capital uruguaia, os flamenguistas seguiram direto para o campo do Defensor, onde o técnico Joel Santana comandou rápido treino após um leve trabalho físico. Os dirigentes do Flamengo esperam contar com a presença de pelo menos 500 torcedores do clube no confronto com o Nacional, que será realizado no Estádio Parque Central, nesta quinta, pela segunda rodada da Libertadores. Ainda no Rio, antes do embarque, o meia Ibson disse que o time do Flamengo precisa vencer fora de casa para ficar em situação confortável na Libertadores. "Nessa competição, o que faz a diferença é vencer fora de casa", disse o jogador, destaque flamenguista nos últimos meses.

Tudo o que sabemos sobre:
FlamengoCopa Libertadores da América

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.