Paulo Pinto/AE
Paulo Pinto/AE

Atuação de Ronaldo agrada Mano, que reclama de falhas

Treinador afirma que Corinthians jogou mal contra a Ponte Preta, mas ressalta potencial do Fenômeno

Marcel Rizzo, Agencia Estado

26 de março de 2009 | 00h45

SÃO PAULO - Se alguém duvida que Ronaldo possa alcançar a marca que estipulou para ele mesmo no ano, de 30 gols, o jogo desta quarta-feira no Pacaembu mostrou que, para um craque, três quilos a mais não fazem diferença. A boa atuação, com dois gols, o fez chegar a quatro pelo Corinthians, em quatro jogos pelo Paulistão. O problema é que não adiantou nada com relação ao resultado.

Veja também:

linkRonaldo faz dois para o Corinthians, mas Ponte arranca 2 a 2

tabela Campeonato Paulista - Classificação

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão 

Os dois gols de Ronaldo somente evitaram a derrota, já que a Ponte Preta também marcou dois e o jogo terminou 2 a 2. O resultado embolou a situação corintiana no Paulista. Agora, nem a vitória em Campinas, no sábado, contra o Guarani, garante o Corinthians na semifinal. O time terá de vencer e secar Portuguesa e Santos, ou a vaga ficará para terça-feira, diante do Ituano, no Pacaembu.

O técnico Mano Menezes admitiu que o time jogou mal. "Cometemos muitas falhas de marcação e perdemos a chance numa rodada que seria ótima." De bom, Mano viu a atuação de Ronaldo. "Ele já é o jogador mais importante do time, está correndo 90 minutos e aguentando trombadas. Está mostrando porque foi considerado melhor do mundo por tantos anos."

Se a classificação às semifinais não ficou mais próxima, a idolatria por Ronaldo aumentou um pouquinho. O Fenômeno criou as melhores jogadas do Corinthians, sem falar nos dois gols - um de pênalti, cobrado com maestria, e o golaço no segundo tempo, após aplicar um belo corte no jogador da Ponte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.