AP
AP

Atual campeã italiana, Internazionale goleia o Genoa com destaque para reforços

Dzeko e Çalhanoglu marcam na vitória por 4 a 0 na estreia do Campeonato Italiano

Redação, Estadão Conteúdo

21 de agosto de 2021 | 16h12

A Internazionale iniciou a defesa do título do Campeonato Italiano em grande estilo. Com brilho e gols de seus reforços Dzeko e Çalhanoglu, goleou o Genoa por 4 a 0 no Giussepe Meazza, em Milão. Foi uma bela partida da atual campeã, que dominou os 90 minutos para bela festa de seus torcedores.

Com o famoso vira dois e acaba quatro, a Inter de Milão mostra que vem forte para a disputa. Dzeko e Çalhanoglu foram muito bem na estreia oficial na nova casa. O chileno Vargas, que negociou saída do clube sem êxito após pouco ser aproveitado, entrou bem na reta final e deu ótima colaboração para a goleada.

Nada melhor que ter um "freguês" pela frente para superar as desconfianças em uma estreia. Depois de perder Hakimi e Lukaku por causa do fair play financeiro, a campeã Internazionale prometia não decepcionar. E, como vinha de seis vitórias seguidas contra o Genoa e 21 gols marcados no oponente, a expectativa era gigante para o embate no Giuseppe Meazza. As estreias de Çalhanoglu e Dzeko também serviriam para diminuir as dúvidas de como o time se comportaria.

Ainda sem Lautaro Martínez, o técnico Simone Inzaghi, outra novidade para a temporada, colocou o time ao ataque desde o apito inicial. Com pressão, a atual campeã não demorou a abrir a conta. Cobrança de escanteio de Çalhanoglu na cabeça do zagueiro Skriniar, que estufou as redes.

Antes dos 15 minutos, o turco mostrou que a passagem pelo rival Milan já faz parte do passado. Belo chute de fora da área após passe de Dzeko e segundo gol. Se o seu cartão de visitas já estava bem dado, faltava o gol do atacante bósnio para ser uma largada perfeita.

No primeiro tempo, o atacante carimbou o travessão e viu um companheiro "cortar" chute perigoso que tinha caminho do gol. A Inter foi para o vestiário com vantagem tranquila em boa apresentação. Perisic ainda teve um gol anulado e Kallon perdeu chance rara para descontar para o Genoa. Cara a cara, mandou para fora.

Dzeko teria mais 45 minutos pela frente para deixar sua marca. Mas vinha sendo frustrado por Sirigu. O goleiro defendeu sua cabeçada à queima roupa e ainda salvou com as pontas dos dedos o chute colocado no canto esquerdo. No rebote, porém, Barella deu para o chileno Vargas, há pouco tempo em campo, ampliar para 3 a 0.

O atacante bósnio merecia premiar a grande atuação com um gol. Após muita persistência, transformou a vitória em goleada aproveitando cruzamento preciso de Vargas. Cabeceou sem chances para Sirigu, correu para festa e mostrou ao torcedor que tem tudo para substituir o ídolo Lukaku à altura.

Em outro jogo da abertura do Campeonato Italiano neste sábado, o Sassuolo obteve uma grande vitória. Fez 3 a 2 na casa do Verona.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.