Peter Parks/AFP
Peter Parks/AFP

Atual campeão, Japão abre Copa da Ásia com goleada por 4 a 0

Equipe estreia com vitória fácil sobre Palestina depois de abrir três gols de vantagem logo no intervalo e assume a liderança do grupo

Estadão Conteúdo

12 de janeiro de 2015 | 09h29

Atual campeão da Copa da Ásia, o Japão abriu esta edição da competição com uma goleada por 4 a 0 sobre a estreante Palestina, que mesmo com a derrota fez história ao começar a disputar, nesta segunda-feira, em Newcastle, na Austrália, o seu primeiro torneio de primeiro escalão no futebol mundial.

O jogo abriu o Grupo D da Copa da Ásia, que também teve nesta segunda a vitória do Iraque sobre a Jordânia, por 1 a 0, em Brisbane, pelo complemento desta primeira rodada desta chave. 

Assim, os japoneses se garantiram na ponta do Grupo D, com três pontos, ao lado dos iraquianos, que estão em desvantagem no saldo de gols. Os dois países, por sinal, irão se enfrentar na próxima sexta em jogo que valerá a liderança da chave, enquanto palestinos e jordanianos medirão forças no mesmo dia em busca dos primeiros pontos na competição.

Yasuhito Endo, Shinji Okazaki e Keisuke Honda, já no primeiro tempo, abriram 3 a 0 para o Japão no confronto no Hunter Stadium, onde Maya Yoshida fechou o placar na etapa final. 

O primeiro gol do jogo saiu aos 8 minutos. Endo recebeu a bola pelo meio na intermediária, arriscou o chute de fora da área e acertou o canto direito baixo do goleiro adversário. Em seguida, aos 25, Okazaki acertou um belo voleio da entrada da área para ampliar. Já o terceiro gol foi marcado por Honda, cobrando pênalti.

E o último gol da partida saiu já aos 4 minutos da etapa final, com Yoshida completando de cabeça um cruzamento da esquerda após rápida jogada ensaiada depois de cobrança rasteira de escanteio. 

No duelo realizado em Brisbane, Yaser Kasim marcou, aos 32 minutos do segundo tempo, o gol que garantiu a vitória iraquiana sobre a Jordânia, que com a derrota ficou na terceira posição do Grupo D. Pelo pior saldo, os palestinos seguram a lanterna da chave.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.