Reuters
Reuters

Atual vice-campeão, Tottenham leva 3 do RB Leipzig e cai na Liga dos Campeões

Queda precoce surpreende porque o time de José Mourinho vem de uma grande campanha na edição passada

Redação, Estadao Conteudo

10 de março de 2020 | 19h02

Atual vice-campeão europeu, o Tottenham se despediu de forma precoce da Liga dos Campeões nesta terça-feira. O time comandado pelo técnico José Mourinho levou 3 a 0 do RB Leipzig, na Alemanha, e foi eliminado da principal competição de clubes da Europa. No jogo de ida, os alemães haviam vencido por 1 a 0.

A queda precoce surpreende porque o Tottenham fizera grande campanha na edição passada, por sinal, a sua melhor na história da Liga dos Campeões. Na ocasião, perdeu a final para o Liverpool por 2 a 0. Na atual temporada, o time londrino também não vinha empolgando no Campeonato Inglês, figurando somente na 8ª colocação.

Apesar da vantagem conquistada no jogo de ida, o RB Leipzig começou a partida desta terça com uma postura mais agressiva que o rival e impôs dificuldades à defesa inglesa nos primeiros minutos. Tanto que, aos 10, Marcel Sabitzer abriu o placar, após jogada de Timo Werner.

O gol complicou mais a situação do Tottenham e deu ainda mais motivação aos anfitriões, que seguiam no ataque. Aos 18, o próprio Timo Werner balançou as redes, mas o árbitro assinalou o correto impedimento e anulou o gol.

Três minutos depois, o juiz não teve qualquer restrição diante de mais um gol dos alemães, novamente com Sabitzer. Angeliño cruzou na área e o atacante completou de cabeça. O goleiro Hugo Lloris chegou na bola, porém sem evitar o gol.

Cada vez mais embalado no jogo, o RB Leipzig não parecia satisfeito com o placar agregado de 3 a 0. E continua a pressionar a defesa do Tottenham. Aos 31, Timo Werner arriscou de fora da área e mandou rente ao travessão, em mais um lance perigoso dos anfitriões.

Do outro lado, o Tottenham parecia sem ataque. Praticamente não ameaçou o gol defendido por Gulácsi ao longo dos primeiros 45 minutos. Os londrinos não escondiam a falta que sentiam dos atacantes Harry Kane e Son Heung-min, ambos machucados. O holandês Steven Bergwijn também foi desfalque.

O brasileiro Lucas Moura e Dele Alli concentravam as esperanças do setor ofensivo do Tottenham, inoperante ao longo de quase todo o jogo. E isso porque, no segundo tempo, o panorama não mudou para os visitantes.

O RB Leipzig seguiu melhor, porém em ritmo mais lento. Com o placar favorável, os anfitriões passaram a administrar a vantagem em um segundo tempo de menos emoção e lances de destaque no ataque.

A partida seguia morna até os 41, quando a equipe alemã decretou sua classificação ao marcar o terceiro gol. Forsberg, que acabara de entrar em campo, aproveitou a sobra dentro da área, após bate-rebate, e fuzilou para as redes.

Com a vaga garantida nas quartas de final, o RB Leipzig agora aguarda o sorteio do dia 20 para conhecer seu futuro adversário na fase seguinte do mata-mata.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.