Aumentam protestos contra excesso de jogos na Itália

Lesão do italiano Totti é o estopim para a Associação Italiana de Jogadores pressionar a federação italiana

EFE

21 de abril de 2008 | 19h17

A grave lesão no joelho sofrida pelo atacante Francesco Totti, da Roma, fez com que o excesso de jogos na temporada voltasse a ser debatido na Itália. Jogadores importantes como o sueco Zlatan Ibrahimovic, o romeno Adrian Mutu, além dos brasileiros Kaká e Ronaldo, já sofreram lesões graves na temporada 2007/08 do Campeonato Italiano.Piero Volpi, médico da Associação Italiana de Jogadores (AIC, em italiano), afirmou que "as lesões aumentam de forma constante" e que existem elementos comuns entre vários destes casos.O médico disse que essas lesões não estão relacionadas ao aumento da agressividade dos marcadores no Campeonato Italiano, contrariando o que disse o Milan, na ocasião da lesão no joelho do meia Kaká, no começo do ano.Volpi lembrou que "em dois de cada três casos o jogador se lesiona sozinho, como aconteceu com Totti" e advertiu que "não se pode jogar três vezes por semana, pois os jogadores são expostos a um risco elevado". "A realidade é que se joga demais e se treina menos", concluiu.

Tudo o que sabemos sobre:
Francesco TottiCampeonato Italiano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.