Ausência de Emerson faz Tite treinar com 12 jogadores

O atacante Emerson não participou do treino do Corinthians nesta terça-feira e criou uma nova dor de cabeça para o técnico Tite. Sem o jogador, o treinador trabalhou duas formações diferentes durante um coletivo com campo reduzido e, depois, colocou 12 homens em campo no time titular para uma atividade tática.

FÁBIO HECICO, Agência Estado

22 de outubro de 2013 | 11h48

A assessoria de imprensa corintiana minimizou a ausência de Emerson e garantiu que o jogador ficou na academia realizando um trabalho físico. Mas Tite não parecia nada feliz com o sumiço. Imagens da TV Globo flagraram o treinador irritado, pedindo para que alguém fosse "buscar" o atacante para treinar.

No coletivo com campo reduzido, Tite testou o Corinthians de duas formas. Na primeira, Renato Augusto, que voltou ao time no segundo tempo do duelo contra o Criciúma após se recuperar de contusão, ocupou a vaga de Edenílson. Depois, no entanto, o volante recuperou a posição e treinou no lugar do meia.

Quando mudou o treinamento para um trabalho tático, Tite colocou os dois em campo, deixando a equipe com 12. Essa parece ser a única dúvida do treinador para escalar o Corinthians que enfrenta o Grêmio nesta quarta-feira, em Porto Alegre, em jogo que vale uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil.

Quem parece mesmo ter conquistado a posição é o goleiro Walter. Ele voltou a trabalhar entre os titulares na vaga do lesionado Cássio e mais uma vez treinou muitas cobranças de pênalti. Assim, o Corinthians deve entrar em campo contra o Grêmio com: Walter; Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Guilherme, Renato Augusto (Edenílson) e Douglas; Romarinho e Alexandre Pato.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.