Ausência de Neymar anima Portuguesa para o clássico

A Portuguesa precisa reencontrar o caminho das vitórias para evitar uma aproximação dos últimos colocados do Campeonato Brasileiro. E, para isso, espera aproveitar a ausência de Neymar para vencer o clássico contra o Santos, neste sábado, às 21 horas, no estádio do Pacaembu, pela 26.ª rodada. Apesar do mando ser santista, o confronto será em São Paulo.

AE, Agência Estado

22 de setembro de 2012 | 09h53

A equipe do Canindé vem de duas derrotas seguidas para Fluminense e São Paulo. Antes destes jogos, o time já havia empatado com o lanterna Atlético Goianiense, em Goiânia. Com o jejum de vitórias nas últimas rodadas, a Portuguesa caiu para a 14.ª posição, com 29 pontos, cinco a mais que o Sport, o primeiro na zona de rebaixamento.

O técnico Geninho espera que, desta vez, o time apresente um rendimento melhor que o clássico contra o São Paulo. O treinador fez críticas à equipe após a última derrota. "Nós não fizemos uma boa partida e cometemos muitos erros", avaliou.

O fato positivo é que Geninho não precisará fazer mudanças em sua equipe. O único desfalque continua sendo o meia Héverton, que está lesionado. Por conta disso, o técnico continua apostando em um meio de campo mais marcador com Ferdinando, Léo Silva, Boquita e Moisés.

O comandante da Portuguesa espera que o time volte a reencontrar o equilíbrio do primeiro turno. "Nós vínhamos conseguindo superar as dificuldades e tirar alguns pontos de equipes fortes. O jogo contra o Santos será decisivo e vamos buscar um resultado favorável", finalizou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPortuguesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.