Austrália ainda se derrete em elogios a Guus Hiddink

Embora o que vier a partir de agora seja lucro, jornalistas e jogadores australianos confiam que seu maior craque talvez consiga levar os ?Socceroos? ainda mais longe. É um craque que decide sempre com sabedoria; tem um olhar raro para descobrir a maneira de ganhar os jogos; e é bastante experiente. O nome deste grande craque venerado como um semideus pelos australianos? Guus Hiddink, o técnico holandês que conseguiu a façanha de levar a Austrália às oitavas-de-final neste Mundial. ?Quando a pressão se faz enorme, ele toma as decisões certas. É um gênio?, diz com admiração o zagueiro Lucas Neil. ?Guus sabe usar os melhores jogadores para cada situação. É um mago?, afirma Mark Viduka.O jogador refere-se à escalação do atacante Harry Kewell contra a Croácia. Kewell, que se recuperava de uma lesão, acabou marcando o gol da classificação do time.Guus, de 59 anos, também é venerado pelos sul-coreanos, depois de levar o time asiático às semifinais da Copa de 2002. Até hoje os sul-coreanos chegam a fazer peregrinações até Doetinchem, a cidade natal do técnico. É mesmo um craque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.