Heinz-Peter Bader/Reuters
Heinz-Peter Bader/Reuters

Austrália goleia checos e Coreia do Sul cai para a Bósnia em amistosos pré-Copa

No Grupo C, australianos mostraram poder de fogo para despachar uma renovada seleção da República Checa

Estadão Conteúdo

01 Junho 2018 | 11h42

Duas seleções que garantiram vaga na Copa do Mundo da Rússia através das Eliminatórias Asiáticas entraram em campo nesta sexta-feira e tiveram resultados bem diferentes. A Austrália não tomou conhecimento da República Checa e goleou por 4 a 0, enquanto a Coreia do Sul foi superada pela Bósnia-Herzegovina por 3 a 1.

+ Tudo sobre a Copa do Mundo!

+ Teste seus conhecimentos sobre a Copa do Mundo

+ Confira tabela da Copa do Mundo da Rússia

Em St. Pölten, na Áustria, os australianos mostraram poder de fogo para despachar uma renovada seleção checa. O atacante Mathew Leckie, do Hertha Berlin, foi o grande destaque da partida ao marcar dois gols, um no primeiro e o outro no segundo tempo. Andrew Nabbout também deixou o seu e Jakub Jugas, contra, selou o placar.

Antes do início da Copa do Mundo, a Austrália ainda vai realizar um último amistoso preparatório, diante da Hungria, em Budapeste, no próximo dia 9. A seleção está no Grupo C da competição, ao lado de Dinamarca, Peru e França, adversária da estreia no dia 16, em Kazan.

Já a Coreia do Sul recebeu a Bósnia diante de sua torcida, em Jeonju, e a decepcionou. Visca abriu o placar para os visitantes aos 28 minutos e Lee Jae-Sung II empatou dois minutos depois. Só que o dia era mesmo de Visca, que marcou mais duas vezes e definiu a terceira derrota sul-coreana nas últimas quatro partidas.

A Coreia do Sul está no Grupo F da Copa do Mundo, ao lado de Alemanha, México e Suécia, que pegará na estreia no dia 18 de junho, em Nijni Novgorod. Antes, porém, a seleção fechará a preparação com mais dois amistosos: quinta-feira que vem, contra a Bolívia, em Innsbruck, na Áustria; e quatro dias mais tarde, contra Senegal, em Grödig, no mesmo país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.