Austrália quer usar a "pressão sobre o Brasil" para vencer

Entusiasmada com a vitória sobre o Japão por 3 a 1, a seleção australiana treinou na manhã desta quinta-feira com o pensamento de que é possível surpreender o Brasil na partida do próximo domingo. Para isso, os jogadores querem usar a cautela, já que eles "entrariam como franco atiradores"."Não há pressão sobre a gente, pois todos esperam uma vitória do Brasil. Por isso, podemos surpreender. O Brasil não começou a Copa da maneira que gostaria e nós podemos ganhar vantagem nisso", explicou o lateral-direito Lucas Neill.Para o goleiro Schwarzer, a Austrália pode repetir o feito de 2001, quando venceu o Brasil por 1 a 0 na Copa das Confederações. "Nós já vencemos o Brasil. Por que não podemos repetir a dose?", perguntou o goleiro.Sobre a má fase de Ronaldo, o meia Jason Culina entende que a Austrália não deve exercer uma marcação especial sobre o atacante. "Se você se concentra num único jogador, acaba esquecendo do resto e se dá mal", completou Culina.Apesar de sonhar com uma vitória sobre o Brasil, os australianos acreditam que a classificação só virá na última partida da primeira fase do Mundial, contra a Croácia. O técnico Guus Hiddink vê o jogo contra os croatas como "uma decisão".A partida entre Brasil e Austrália acontecerá no domingo, às 13h, em Munique.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.