Austrália suspende e pede exclusão de lutador pego no doping na Olimpíada

Vinod Kumar, da luta grego-romana, foi afastado por quatro anos

Estadão Conteúdo

15 de julho de 2016 | 12h11

O Comitê Olímpico Australiano pediu oficialmente nesta sexta-feira pela exclusão do atleta de luta grego-romana Vinod Kumar da equipe do país na modalidade que irá aos Jogos Olímpicos do Rio, em agosto. A entidade anunciou que suspendeu o lutador por quatro anos após o mesmo testar positivo em exame antidoping durante um evento de qualificação para a Olimpíada.

A suspensão foi aplicada depois que os testes com as amostras A e B apontaram uso de doping no atleta. Os mesmos foram realizados na seletiva olímpica que contou com a participação de países da África e da Oceania. O nome da substância apontada nos exames não foi revelada pelo Comitê Olímpico Australiano.

Ao anunciar a punição, a entidade também informou que Kumar tem um prazo de 30 dias para apelar contra a sanção na Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês), sendo que o atleta iria disputar a categoria até 66kg da luta grego-romana dos Jogos do Rio.

No comunicado oficial divulgado neste sexta-feira, o Comitê Olímpico Australiano ainda informou que aconselhou a federação internacional da modalidade a substituir o suspenso atleta por outro que estiver mais bem posicionado atrás dele no ranking da categoria até 66kg.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.