Austrália vence Arábia Saudita e embola disputa por vagas da Ásia na Copa

No outro grupo, Irã, Coreia do Sul e Usbesquistão são os principais times na briga pela classificação

Estadão Conteúdo

08 de junho de 2017 | 10h06

A Austrália conseguiu uma vitória decisiva para as suas pretensões de disputar a Copa do Mundo de 2018. Nesta quinta-feira, em um duelo eletrizante, em Adelaide, a seleção australiana superou a Arábia Saudita por 3 a 2, na abertura da oitava rodada do Grupo B das Eliminatórias Asiáticas.

O triunfo acirrou de vez a briga pelas duas vagas diretas no torneio da Rússia distribuídas pelo Grupo B - a seleção que ficar em terceiro enfrentará a terceira melhor equipe do Grupo A por uma vaga na repescagem mundial.

Agora, o Japão, que ainda vai entrar em campo nesta rodada, a Arábia Saudita e a Austrália somam 16 pontos. Os japoneses estão à frente por ter saldo de gols maior - nove -, do que sauditas - sete - e australianos - seis. Os Emirados Árabes Unidos ocupam a quarta posição, com nove pontos.

No confronto desta quinta-feira, Tomi Juric colocou a Austrália em vantagem aos sete minutos do primeiro tempo, com Salem Al-Dawsari empatando aos 23. Juric voltou a marcar aos 36 e Mohammad Al-Sahlawi igualou o placar aos 47. No segundo tempo, aos 19 minutos, Tom Rogic definiu a vitória para a Austrália.

A partida foi antecipada para esta quinta-feira porque a seleção australiana vai participar da Copa das Confederações. E a rodada será completada da chave na próxima terça-feira com os jogos Tailândia x Emirados Árabes Unidos e Iraque x Japão.

Pelo Grupo A, na segunda-feira, o Irã receberá o Usbequistão. Depois, no dia seguinte, serão disputados os jogos Síria x China e Catar x Coreia do Sul. Perto de se garantir na Copa, a seleção iraniana lidera a chave com 17 pontos, seguida por Coreia do Sul, com 13, Usbequistão, com 12, e Síria, com oito.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolEliminatórias da Copa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.