Áustria receberá policiais de outros países na Eurocopa

Só a Alemanha enviará 850 policiais; medida é adotada para aumentar a segurança do evento

Efe,

22 de janeiro de 2008 | 11h01

Dentro das medidas de segurança adotadas para a Eurocopa de 2208, que será disputada no próximo mês de junho, a Áustria solicitou o envio de policiais de todos os países participantes como medida preventiva. A Alemanha pensa em mandar para a Áustria 850 policiais. Já a Holanda deve informar ainda nesta terça-feira o número exato de agentes que destacará para o evento, que além da Áustria tem a Suíça como sede. O ministro do Interior da Áustria, Günther Platter, declarou que serão assinados acordos bilaterais pertinentes com os países que participarem da Eurocopa para que os agentes destacados por eles possam atuar na Áustria. Está prevista a atuação de dois tipos de forças policiais na Áustria e na Suíça, alguns uniformizados sem direito soberano de atuação e apenas com caráter preventivo e um segundo grupo de agentes vestidos à paisana que fará trabalho de reconhecimento e acompanhará os torcedores para evitar situações de crise. A Alemanha, país do qual devem partir um grande número de torcedores para a Áustria, transferirá ao país vizinho 850 policiais, entre eles 20 especialistas no combate de batedores de carteiras. A Holanda, cujos torcedores têm um triste histórico de confusões, enviará para a Áustria 14 homens, 10 deles vestidos à paisana para observarem determinados grupos de torcedores que sejam potencialmente perigosos.

Tudo o que sabemos sobre:
Eurocopa 2008segurança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.