Autópsia: Júnior teve ataque cardíaco

O atacante brasileiro Cristiano Lima Júnior morreu depois de um ataque cardíaco no domingo, na final da Copa da Federação vencida pelo seu time, o Dempo Sports, por 2 a 0, com dois de seus gols, segundo revelou o jornal indiano The Times of India. O atacante foi atingido por um soco do goleiro do Mohun Bagan, Paul Subrata, e caiu no gramado. O comissário de polícia de Bangalore, S. Mariswamy, citando o relatório da autópsia, disse: "Ele morreu de ataque cardíaco. Ele morreu no local."Anteriormente, autoridades do Victoria Hospital disseram que levaria alguns dias para se obter o relatório da autópsia. O atacante do Dempo morreu após fazer seu seguindo gol na partida contra o Mohun Bagan na final da Copa da Federação no estádio Sree Kanteerava, domingo. O comissário Mariswamy descartou a possibilidade do golpe de Paul ter sido o instrumento para a morte de Cristiano. "Não há evidência para sugerir isso," afirmou.Seguidos casos - Lima, como era conhecido no futebol da Índia, é mais um na ampla lista de jogadores que morreram durante jogos de futebol nos últimos meses. Além do brasileiro, os casos mais trágicos são o do zagueiro Serginho, do São Caetano, que morreu há 40 dias, o do jogador de Camarões, Mark Vivian-Foe, e o do húngaro Miklos Feher, do Benfica de Portugal.A Fifa, por meio de sua assessoria, insistiu ontem que está acompanhando com atenção todos esses incidentes no futebol. Além de estudar a elaboração de um manual para orientar os departamentos médicos dos clubes, a entidade negocia uma redução no número de partidas disputadas por cada jogador no ano. Por enquanto, porém, não prevê medidas disciplinares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.