Rafael Ribeiro / vasco.com.br
Rafael Ribeiro / vasco.com.br

Autor de dois gols, Cano divide méritos com companheiros do Vasco

Para o atacante argentino, outros jogadores vascaínos 'se mataram' em campo e tornaram a vitória possível

Redação, Estadão Conteúdo

16 de agosto de 2020 | 20h28

O grande responsável pelo Vasco ter engatado a segunda vitória neste início do Campeonato Brasileiro foi o atacante argentino Germán Cano. Na tarde deste domingo, na vitória sobre o São Paulo por 2 a 1, o centroavante marcou os dois gols do time carioca, que estava jogando em casa, no estádio de São Januário.

Apesar de ter mostrado mais uma vez o seu faro, tanto que marcou seu 11.º gol na temporada, mais da metade dos 16 gols feitos pelo Vasco em 2020. Mas ele fez questão de dividir com os companheiros o sucesso no jogo. O argentino afirmou que todos os atletas têm se "matado em campo" e exaltou o "sacrifício" do grupo.

"Muito feliz pela atuação e pela vitória. Quero felicitar meus companheiros. Estamos muito bem, meus companheiros se matam dentro de campo, isso que precisamos, correr, sacrifício. Assim podemos dar muito mais alegria à torcida do Vasco", disse o atacante logo após o final da partida.

Quem também seguiu essa mesma linha e enalteceu a segunda vitória seguida em casa, foi o zagueiro Ricardo Graça. O defensor falou sobre a falta que a torcida faz nos estádios e mostrou que a equipe já está focada no próximo desafio.

Na próxima quinta-feira, às 20h, o Vasco visita o Ceará, no Castelão, em Fortaleza, pela quarta rodada do Brasileirão. "É importante começar com duas vitórias em casa (2 a 0 no Sport na rodada anterior). Mas é óbvio que a torcida segue fazendo falta, mesmo com esse som que lembra ela. Afinal, os torcedores são nosso 12.º jogador, estão sempre empurrando a gente. Estamos muito felizes, mas a partir desta segunda já vamos pensar no Ceará, para conseguirmos mais um bom resultado, para manter essa pegada que está bonita".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.